SC Braga 2-2 (7-2) CD Nacional: Empate insuficiente para os “insulares” na Pedreira

    A CRÓNICA: SC BRAGA ESTÁ NA FINAL DA TAÇA DE PORTUGAL

    Depois de aplicar uma “manita” na primeira mão desta meia-final da Taça de Portugal, o SC Braga entrou em campo com algumas mudanças profundas no seu onze inicial, a começar na baliza, onde esteve Tiago Sá, passando até pela dupla de centrais, completamente renovada!

    Com uma abordagem claramente mais relaxada, tida pelo conforto do resultado conquistado anteriormente, a equipa de Artur Jorge marcou ainda na primeira parte por intermédio de Racic, na conversão de um pontapé de penálti. 

    Com uma primeira parte morna e sem grande entusiasmo, o segundo tempo foi bem melhor e começou praticamente com o golo bracarense, aos 48 minutos e por intermédio de Rodrigo Gomes. No entanto, a equipa madeirense não baixou os braços e nunca deixou de lutar, mesmo contra todas as adversidades, principalmente contra os 7 golos de desvantagem que marcavam este jogo!

    Filipe Cândido trazia da Madeira uma tática atraente, vontade de contrariar o tão grandioso Braga, uma tarefa muito difícil em qualquer circunstância que seja, mas ainda assim não impossível, e por isso a história do jogo pendeu muito para a equipa do CD Nacional, que tem enorme mérito neste empate, infelizmente curto e algo tardio no jogo. Acredito que se os golos insulares tivessem surgido mais cedo, as dificuldades para o SC Braga seriam ainda maiores, e o jogo podia ter sido necessariamente diferente.

    Por fim, quero manifestar os meus parabéns ao SC Braga, pela presença na final do Jamor, e também dar os meus parabéns ao CD Nacional, não só pelo caminho traçado até esta eliminatória, mas também pela prestação neste jogo.

    A FIGURA

    Rodrigo Gomes – Boa exibição do “menino” bracarense, que está a pedir cada vez mais minutos a Artur Jorge! Rodrigo Gomes é, sem dúvida, um valor seguro a seguir com atenção no futuro, e promete dar ainda mais alegrias a quem visitar o seu estádio.

    O FORA DE JOGO

    Zé Manuel – O ponta de lança do CD Nacional não esteve nada feliz neste jogo, e pecou muito na finalização. Hoje tinha dado jeito à sua equipa outro tipo de prestação, que pudesse ajudar verdadeiramente a marcar mais um ou dois golos.

    - Advertisement -

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Eis as datas dos jogos do playoff entre Portimonense e AVS SAD

    Portimonense e AVS SAD vão defrontar-se no playoff da...

    Burnley oficializa a saída de dois jogadores

    O Burnley confirmou duas saídas do plantel principal. Jack...

    Rapha despede-se do Benfica ao fim de sete épocas

    Rapha está de saída do Benfica. O brasileiro de...
    Bernardo Santos
    Bernardo Santoshttp://www.bolanarede.pt
    Licenciado em Comunicação Empresarial e Relações Públicas, é um apaixonado por futebol desde tenra idade. O jovem natural de Tomar, mas residente em Lisboa, é um poço de sonhos por realizar, sendo que ser uma voz ativa no mundo do futebol é um deles! Comunicador, simpático, bem humorado e cheio de energia, assim é o Bernardo! Para solidificar os seus conhecimentos no desporto rei, completou os níveis I e II de Scouting no futebol, para além de uma formação de Team Manager. Atualmente, trabalha no departamento de comunicação internacional de uma grande empresa e divide o seu tempo entre as suas paixões e os seus vícios.