recordar é viver

Antes de começar nesta apaixonante jornada sobre a vida de um dos técnicos mais marcantes do futebol português dos últimos anos, importa elucidar sobre o que trata esta “Cápsula Lusitana. A cápsula lusitana é uma rubrica em que se vão distinguir alguns treinadores e jogadores que estão afastados do mundo do futebol. Será aqui que vamos recordar momentos, feitos históricos destes nossos lusitanos, como que de uma cápsula de tempo se tratasse, uma cápsula capaz de eternizar momentos e figuras.

Quem é?

Quinito, como treinador do vitória SC Fonte: gloriasdopassado.blogspot.pt
Quinito, como treinador do vitória SC
Fonte: gloriasdopassado.blogspot.pt

Joaquim Lucas Duro de Jesus, Quinito, só para os amigos.

Anúncio Publicitário

Nasceu a 6 de Novembro de 1948, na cidade de Setúbal. Com uma personalidade distinta, tornou-se um apaixonado pelo futebol. Durante a sua vida muitas eram as paixões deste grande homem. Desde a sua passagem como escuteiro, a sua paixão de querer ser toureiro ou pelo curso de medicina em Coimbra aos dezoito anos, acabou por seguir o que o seu coração queria e ingressar numa carreira no futebol. Quinito fez carreira como jogador de futebol, passando por diversos clubes: Belenenses, Braga, Académica e Racing de Santander. Apesar disso foi a partir do banco que o técnico de Setúbal se destacou. Excêntrico, ousado, pouco ortodoxo e pouco conservador mas acima de tudo vibrante e apaixonante, eis as linhas orientadoras do perfil de um dos mais importantes treinadores portugueses dos últimos anos. Foi responsável por ter colocado várias equipas do futebol português a jogar um futebol espetáculo, deixando a sua marca em cada uma delas. Porto, V.Guimarães, Sporting de Braga, Espinho, Rio Ave, Setúbal, Leiria, foram algumas das equipas por onde passou.

Equipa do SC Braga, que Quinito integrava, na época de 1979/80 Fonte: gloriasdopassado.blogspot.pt
Equipa do SC Braga, que Quinito integrava, na época de 1979/80
Fonte: gloriasdopassado.blogspot.pt