Espero que te encontres bem e refeito da vossa festa do passado fim-de-semana. Serei breve, prometo!

Antes de mais dar-te os mais sinceros parabéns pelo feito conseguido e por teres sido parte importante do mesmo. Na realidade, tenho vibrado imenso com as tuas exibições, que tenho seguido com toda a atenção e agrado. Depois, dizer-te que fazes parte do lote de jogadores que tenho visto e revisto, e que, com um pouco de sorte, estarás, com certeza, no caminho do Euro 2020.

Poderia falar-te pessoalmente, mas achei que esta carta simbolizaria o nosso pacto daqui até ao dia do anúncio dos 23 jogadores que irão defender as cores desta tão amada nação. O nosso pacto é tão simplesmente o compromisso de que darás tudo em campo a cada jogo, em cada momento, e que o farás também junto de mim por daqui a alguns meses. O Ricardo deste ano merece, sem dúvida, representar o nosso país e acredito que serás mais um dos meus 23 titulares.

Fernando Santos terá de escolher 23 jogadores portugueses para fazer parte das contas da Seleção Nacional no Euro 2020
Fonte: Diogo Cardoso/Bola na Rede

Desejo que nos próximos meses Deus esteja contigo, evitando que tenhas alguma lesão ou algo que te impeça de espalhar a magia e a qualidade que, semana após semana, tens demonstrado pelos nossos estádios. Se assim for, tenho a certeza que poderás ser muito útil à selecção nacional. Acredito que a tua hora chegou e com ela a hora de brilhares com a camisola das quinas e dares a conhecer ao mundo todo o teu talento.

Desejo, por fim, que consigas cumprir todos os objectivos a que te propões e que te seja dado o valor que realmente mereces. Da minha parte acredita que me fará muito feliz ter no ‘meu plantel’ um jogador como tu e, ao que parece, uma pessoa humilde, simples e disponível como tenho verificado seres.

Fica a promessa de que falaremos em breve. Até lá, e se em algum momento a fé te faltar, lê estas linhas e encontra nelas a motivação que possa, por algum instante, abandonar-te.

Um forte abraço,

Fernando Santos.

 

Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência

 

Foto de Capa: SC Braga

Artigo revisto por Inês Vieira Brandão

Comentários