Anúncio Publicitário

jogadoresqueadmiroEsta escolha não é de agora! Representa o início do meu gosto por wrestling e, consequentemente, por este lutador.

Sem mais demoras, porque CM Punk não precisa de muitas apresentações, passo a apresentar o seu currículo na WWE.

Punk atuou na empresa entre 2006 e 2014. Em oito anos, foi campeão da ECW, campeão Intercontinental, campeão mundial de Tag Team (com Kofi Kingston) por uma vez cada; Mr. Money in the Bank por dois anos consecutivos (2008 e 2009); eleito Superstar do Ano em 2011; campeão mundial de Pesos Pesados por três vezes e campeão da WWE por duas ocasiões, de que se destaca o histórico reinado de 434 dias com o título.

Anúncio Publicitário

É um currículo verdadeiramente impressionante, de um lutador que protagonizou grandes momentos e rivalidades na empresa. A rivalidade com John Cena, Jeff Hardy e Edge são alguns exemplos, não descartando a história com Daniel Bryan e AJ Lee (sua mulher na vida real), a minha preferida de todas.

A história com Daniel Bryan e AJ Lee contribuiu para tornar CM Punk um dos melhores lutadores do mundo Fonte: WWE
A história com Daniel Bryan e AJ Lee contribuiu para tornar CM Punk um dos melhores lutadores do mundo
Fonte: WWE

Punk sempre foi o meu lutador preferido e, apesar de já não fazer parte da empresa, sinto que foi uma grande perda para os fãs e para a WWE. As coisas já não são as mesmas, basicamente.

O seu papel continua bem presente e confesso que ainda estou à espera que, um dia, a companhia mude de ideias e o volte a contratar. Seria um grande momento que gostava muito que acontecesse.

Punk mudou o rumo da WWE, ao tornar-se um dos melhores lutadores na altura em que fez parte da companhia. Por essa razão, a sua presença deixa saudades, por tudo o que fez e conquistou.

Atualmente, a WWE delicia os fãs com a presença de talentos como AJ Styles, Kevin Owens ou Shinsuke Nakamura, mas foi CM Punk o principal responsável por elevar a fasquia para os lutadores de agora poderem brilhar e surpreender com exibições e conquistas que, um dia, Punk foi capaz de fazer.

 

Foto de Capa: The Inquisitr

Anúncio Publicitário