sporting cp cabeçalho 2

André Henrique Justino ou pequeno Deo, como todos o tratamos carinhosamente no mundo do futsal, chegou a Alvalade em 2002 vindo do Cervicá, clube da sua terra natal. No início da sua carreira em Portugal, ninguém pensaria que Deo criaria uma ligação tão especial ao clube e aos adeptos, que passaria quase toda a sua carreira ligado ao clube verde e branco. A verdade é que o brasileiro passou doze épocas de leão ao peito, sempre com o enorme profissionalismo que o caracteriza aliado ao orgulho imenso que sabemos que sente por jogar no Sporting. A história de Deo é muito mais do que os títulos conquistados, apesar de nesse campo ter sido extremamente feliz na sua primeira passagem pela equipa leonina, onde conquistou treze troféus, sendo que seis deles foram campeonatos nacionais.

No final da época 2013/14, o brasileiro decidiu abandonar o Sporting e rumar à Rússia. Apesar de ter ganho o título de campeão nacional nesse ano, a sua despedida foi muito emotiva, algo normal para quem se considera da casa. Felizmente, o seu regresso esteve sempre em cima da mesa, e esta temporada, depois de dois anos a jogar no KPRF Moscovo, Deo decidiu regressar a Portugal e, obviamente, ao clube do seu coração. Durante as duas temporadas em que esteve ausente, muitas vezes se ouvia o seu nome entre os sócios e adeptos, tal era o desejo de que o brasileiro regressasse. Por isso mesmo, é fácil perceber que o carinho da massa adepta é muito grande para com Deo.

Anúncio Publicitário
Deo regressou ao Sporting depois de dois anos a jogar na Rússia Fonte: Sporting CP
Deo regressou ao Sporting depois de dois anos a jogar na Rússia
Fonte: Sporting CP

Se falarmos das suas qualidades dentro de campo, facilmente percebemos que a sua (re)contratação é uma grande mais-valia para uma equipa que está cada vez mais perto da perfeição. Deo é um desequilibrador nato devido à sua velocidade e à facilidade com que arranca junto à linha muitas das vezes para dar de bandeja o golo aos seus colegas. Aliás, se o processo ofensivo dos leões é cada vez mais uma dor de cabeça para os adversários, a contribuição de Deo tem sido decisiva, não só porque já marcou nove golos esta temporada como assistiu os colegas em muitas outras ocasiões. Para além disso, a sua mobilidade é estonteante, pelo que facilmente consegue confundir a marcação do seu adversário direto, desmarcando-se e criando verdadeiras situações de perigo. No final de contas, Deo é um jogador que qualquer equipa de topo gostaria de ter, tal é o compromisso que coloca em campo e a entreajuda que tem para com os colegas, algo que de resto é uma característica da equipa leonina. O brasileiro é, sem dúvida, alguém que delicia a plateia com as suas jogadas ao mesmo tempo que é extremamente eficaz nas suas tarefas em prol da equipa.

Para além de ter ganho o prémio Stromp na categoria atleta em 2013, Deo ficou na história do clube por ser o último jogador a marcar na mítica Nave de Alvalade. Brevemente, o pavilhão João Rocha será inaugurado e irá receber as modalidades do clube. Para Deo e para os adeptos, seria memorável que o brasileiro voltasse a fazer história e fosse o primeiro jogador a marcar no novo pavilhão. Sem dúvida que, se assim fosse, esta “pequena” conquista estava entregue a alguém que merece todo o nosso reconhecimento.

Foto de capa: Sporting Clube de Portugal