Clarence Seedorf foi um médio que brilhou ao mais alto nível do futebol europeu, o único jogador a vencer a Liga dos Campeões por três clubes diferentes – FC Ajax, Real Madrid CF e AC Milan.

Seedorf nasceu no Suriname, iniciando a sua carreira no Inter Moengotapoe. Cedo se transferiu para o Ajax, para integrar os escalões de formação, decorria a temporada de 1992/1993. Na mesma época, fez história ao serviço do clube holandês, tornando-se o jogador mais jovem de sempre a jogar na equipa principal, com apenas 17 anos.

Com a camisola do Ajax, viveu três épocas de sonho, que terminou com a conquista da sua primeira Liga dos Campeões, no dia 24 de maio de 1995, vencendo o Milan por 1-0, com golo de Patrick Kluivert. Em Amsterdão, Seedorf realizou 90 jogos e apontou onze golos, conquistando dois campeonatos, uma Taça da Holanda (KNVB Beker) e duas Supertaças (Johan Cruijff Schaal).

Na temporada 95/96 transferiu-se para o futebol italiano, para vestir a camisola da Sampdoria, onde esteve apenas uma época. Na época seguinte, voltava a protagonizar uma transferência, desta feita para o futebol espanhol, para representar o Real Madrid, por uma verba a rondar os 8.60 M€.

Seedorf venceu ao serviço do Real Madrid, a sua segunda Liga dos Campeões da carreira
Fonte: FIFA

No Real Madrid disputou 159 partidas e marcou 20 golos, tendo vencido uma Liga dos Campeões, um campeonato, uma Supertaça e uma Taça Intercontinental. Na época 1999/2000 regressou ao futebol italiano, para representar o Inter de Milão, uma transferência avaliada em 24 M€. No entanto, viria a ser no rival AC Milan, que três anos depois viria a representar, que iria fazer história.

Seedorf chegou ao Milan na temporada 2002/2003, vestindo a camisola “rossoneri” durante uma década, onde voltou a viver tempos de glória. Ao serviço do AC Milan conquistou dez títulos – dois campeonatos, duas Ligas dos Campeões, uma Taça de Itália, duas Supertaças, duas Supertaças Europeias, uma Taça Intercontinental e um Campeonato do Mundo de Clubes. Com a camisola “rossoneri” disputou 432 jogos e marcou 62 golos.

No final da sua carreira, ainda representou o Botafogo, vivendo mais uma aventura. Terminando a sua carreira enquanto profissional, dedicando-se à sua carreira de treinador.

Seedorf tendo nascido no Suriname, naturalizou-se holandês e representou a laranja mecânica em quatro fases finais – três campeonatos da Europa e o Mundial 98 disputado em França. Ao longo da sua carreira internacional, somou 87 jogos e onze golos pela sua seleção.

Seedorf ficará para sempre, na memória dos adeptos do futebol europeu e mundial. Um jogador que se destacava pela sua meia distância, pela visão de jogo, pela qualidade de passe e por ser tecnicamente evoluído. Um verdadeiro craque, que conquistou 21 títulos ao serviço dos vários clubes que representou.

Foto de Capa: UEFA

Revisto por: Jorge Neves

Comentários