Anterior1 de 2Próximo

No dia 18 de Março de 2018, em Braga, o Illiabum viria a fazer o maior feito da história do clube aveirense. A “turma” de Pedro Nuno não só havia derrotado o atual campeão nacional e vencedor das últimas 4 taças de Portugal, como também havia conseguido a primeira e única Taça de Portugal da História do clube.

ENTRADA CONTUNDENTE

Com alta intensidade na defesa e grande eficácia no ataque, o Illiabum superou o SL Benfica com parciais supreendentes (no fim do primeiro período, ganhava por 34-18), chegando a estar com uma vantagem de 26 pontos a meio do segundo quarto. Como se justifica isto? Antes de mais, muito trabalho e preparação do técnico Pedro Nuno, que conseguiu adotar um sistema de modo a aniquilar o ataque lisboeta, dificultando ao máximo o trabalho dos portadores de bola encarnados. Num 2×1 ainda no meio campo defensivo do SL Benfica, o Illiabum ou conseguiu recuperações de bola ou obrigou o oponente a lançamentos forçados e precoces, sendo que tal, conjugando com a elevada eficácia do lado da equipa de Ílhavo, forçou inúmeras vezes José Ricardo a pedir timeouts em choque com o que estava a acontecer.

PEDRO NUNO COMO SEXTO ELEMENTO

Pedro Nuno foi fulcral na conquista aveirense
Fonte: FPB

No ataque, para além de naturais ações individuais, nada é fruto do acaso, ao passo que houve sempre grande atenção a possíveis vantagens em isolamento. Como é o caso no seguinte vídeo, onde é notável observar como Pedro Nuno persiste com Simic, para movimentar o ataque de modo a que Filip Pejovic “ataque” José Silva. Não foi ocasião única, ao passo que o treinador português foi interveniente ativo em muitos ataques da equipa do Illiabum, falando muito com os seus jogadores.

Anúncio Publicitário

O desfecho da primeira parte da partida significou uma vantagem de 22 pontos para a equipa do Illiabum, 55-33 ao intervalo.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários