1.

Será que os adeptos do Sporting irão ver a sua equipa a festejar o tricampeonato?
Fonte: Carlos Silva Photography/Bola na Rede

Sporting a caminho do Tri? – Em Alvalade a estrutura é praticamente a mesma e os jogadores são na maioria os que conquistaram os últimos dois títulos, mas será isso suficiente? Na baliza continuam Asanin, Cudic e Skok. Para centrais, Hugo Canela conta com Ruesga (se a lesões deixarem) e Carneiro (se a idade deixar), já João Nuno irá evoluir com estes dois jogadores experientes. Nas pontas Pedro Portela saiu, mas chegaram dois internacionais para a posição: Chiuffa (brasileiro, ex-Ciudade de Logrono) e Ghionea (romeno, ex-Wisla Plock). Felipe Borges deixou o clube, mas Pedro Solha e Nikcevic ainda terão muito para dar, caso a idade os impeça Gonçalo Grácio e Nuno Reis estão prontos para o próximo passo. Para a posição de pivot existem em Alvalade dois jogadores que marcam duas gerações do Andebol em Portugal: o experiente Tiago Rocha e a promessa Luis Frade (ex-Águas Santas). Nas laterais os artilheiros abundam já que a Valdés, Bjelanovic, Claúdio Pedroso, Frankis Carol e Edmilson Araujo se juntaram João Marques (ex- Benfica) e Stjepanovic (Bósnio, ex-Al Duhail). O Sporting CP continua com uma equipa forte e é teoricamente o principal candidato ao título, mas os reforços de Porto e Benfica, juntamente com a idade avançada de algumas peças fulcrais no bi-campeonato (Ruesga, Carneiro, Solha, Nikcevic) poderão dificultar a vida aos verdes e brancos.

Foto de Capa: Andebol Portugal