SITE TEMPORÁRIO

20 de Janeiro, 2022

O Flamengo chega à final da Taça Libertadores (a primeira tinha acontecido em 1981), depois de bater o Grêmio FBPA por esclarecedores 5-0.

6 jogadores para manter debaixo de olho durante a final da Copa Libertadores

4.

Fonte: CA River Plate

Ignacio Fernández – Outro dos nomes imprescindíveis para Marcelo Gallardo, no que ao meio campo diz respeito. Nacho Fernández, como é conhecido em terras argentinas, não é, certamente, dos jogadores mais virtuosos ou goleadores no plantel de Los Milionarios, contudo é pela sua extrema regularidade e técnica apurada que o jogador de vinte e nove anos caiu nas graças do Monumental de Núñez. Surgindo, muitas das vezes, como um dos homens mais próximos dos atacantes, Nacho já, em diversas ocasiões, foi apelidado de “cérebro da equipa” pelo técnico Marcelo Gallardo, muito por conta da sua enorme capacidade de progressão com o esférico dominado e da sua perceção microscópica do jogo, característica que lhe permite determinar a altura ideal para acelerar a partida. Não é à toa que é considerado por Juan Román Riquelme o grande culpado da derrota do Boca, em Madrid, na final da Libertadores do ano passado.