Cabeçalho Futebol Nacional

Com a evolução que a Liga NOS tem tido nas últimas épocas, com contratações de prestígio e mais clubes a conseguirem ter planteis capazes de competir frente a frente com boas equipas nas competições europeias, a afirmação de jovens jogadores da formação ou de outros países torna-se cada vez mais complicada.

A verdade é que a qualidade não falta e, com contratações de renome e planteis bastante sólidos e diversificados, é permitido a jovens estrelas sonharem e poderem finalmente passar de jovens promessas para jogadores com provas dadas. Assim sendo, lanço aqui o meu 11 capaz de singrar na próxima época, dar o salto e, por isso mesmo, ter o sucesso para, quem sabe, não só representar as suas equipas nacionais mas também protagonizar as transferências para outros patamares no futebol.

Anúncio Publicitário

Gostaria desde já de alertar para a não integração de jogadores que representem seleções que costumam participar nas melhores competições, por entender que já são jogadores com boa montra, como Lindelof, Elderson, ou Corona.