Anterior1 de 12Próximo

Se a nossa liga é rica em qualidade individual como foi demonstrado no melhor 11 do século em Portugal, o leque não deixa de ser variado quando fazemos o exercício ao contrário, ou seja, os jogadores que se destacaram não pelas suas grandes fintas e grande rendimento individual, mas pela falta de qualidade que trouxeram ao nosso futebol. Certamente muitos dos nomes aqui deram imensas dores de cabeça aos adeptos dos clubes por onde passaram.

Tendo em conta a enorme escolha de flops que existiram neste século nos três grandes, dava para fazer um 11 só com os flops de cada clube, o principal critério que eu vou seguir será o custo que tiveram e as expectativas (não correspondidas) à volta dos mesmos.

Anterior1 de 12Próximo

Comentários