Anterior1 de 12Próximo

Percorrem a minha memória algumas das mais brilhantes jogadas das últimas décadas do nosso futebol, sobretudo imagens da nossa selecção. Revejo o Euro 2004, o Euro 2000, o ‘nosso’ Euro, ou o Mundial onde fomos até às meias. Encontro, no nosso futebol, memórias maravilhosas, de momentos épicos, mesmo até de lágrimas derramadas para a mão de Abel Xavier ou para a nuca de um grego. Relembro grandes penalidades perdidas ou aquelas sem luvas. Encontro até verdadeiras guerras dignas de um ampo de batalha. Noites suecas, humilhações alemãs e um careca que só nos marca da marca dos onze metros.

Por fim, encontro nas botas de Éder a felicidade suprema de ter durante anos acompanhado alguns dos melhores jogadores do mundo. Assim sendo, aqui vos deixo o meu melhor onze de Portugal que vi jogar.

Anterior1 de 12Próximo

Comentários