5 – Ralf Schumacher (BMW Williams) e Rubens Barrichello (Ferrari), Grande Prémio da Austrália, 2002

[ot-video type=”youtube” url=”https://www.youtube.com/watch?v=_NcJdQzrfEI”]

Ralf Schumacher acreditava que uma corrida tinha de começar com um pico de interesse. E pôs esta premissa em prática no GP de Melbourne, em 2002. Logo na recta da meta, voou por cima de Barrichello e deixou o caos para trás: oito pilotos foram prejudicados devido a esta atitude injustificável.