Euro 2024 | 4 jogadores que podem decidir o grupo F

    Ainda que seja o último a entrar em ação, o grupo F do Euro 2024 deve ser igualmente tido em conta no que diz respeito à qualidade e interesse nele presentes. Composto por Turquia, Chéquia, Geórgia e, obviamente, Portugal, este último lote de seleções da competição tem muito a observar quer a nível coletivo, quer a nível individual.

    Ainda assim, é o aspeto individual que vamos analisar neste momento e tentar perceber que quatro jogadores se podem destacar mais neste e fazer a diferença numa primeira fase da competição.

    Turquia

    Kenan Yildiz Repleta de jogadores de uma qualidade inegável, a Turquia tem tido algumas dificuldades, nos últimos jogos, em tornar essas individualidades positivas num conjunto mais forte.

    Para além de nomes como Hakan Çalhanoğlu, Orkun Kokçu ou Arda Guler destaca-se o jovem Kenan Yildiz. O avançado da Juventus tem apenas 19 anos, mas é, neste momento, peça crucial do conjunto turco para o ataque da equipa. É um jogador rápido, com uma técnica soberba, muito forte no ataque ao espaço e que conta também com alguma facilidade na finalização.

    Em Itália joga a partir da esquerda, cortando maioritariamente para o meio. No entanto, ao serviço da seleção turca, tanto pode exercer esse papel como ser a principal referência ofensiva na frente de ataque. É sem dúvida um jogador para manter debaixo de olho neste Euro.

    Chéquia

    Patrick Schick – Falar de jogadores decisivos é falar de Patrick Schick. O ponta de lança checo do Bayer Leverkusen foi um dos principais responsáveis pela sequência que a turma de Xabi Alonso conseguiu ter até à final da Liga Europa sem perder, e chega ao Euro com a confiança no topo.

    Apesar de não ser um titular indiscutível na sua equipa, Schick assume um papel de protagonista na seleção e é com ele que a Chéquia se aproxima mais do sucesso.

    Na última edição do Euro, foi autor de cinco golos em cinco jogos e por isso tentará certamente replicar a mesma receita nos próximos jogos.

    Geórgia

    Khvicha Kvaratskhelia – Difícil de pronunciar, fácil de assistir. O extremo do Nápoles, campeão de Itália em 2023, é a super estrela do conjunto georgiano e não há como retirar os holofotes da sua figura.

    Um jogador estonteante, com características invejáveis e que, na seleção, acabam por tomar um papel de maior importância e preponderância.

    Naquela que é a primeira participação da Geórgia num Euro, cabe ao número 7 da seleção garantir que tudo o que foi alcançado até ao momento não seja esquecido em apenas três jogos. É com ele que a Geórgia conta para tornar esta participação ainda mais histórica.

    Portugal

    Cristiano Ronaldo
    Fonte: Paulo Ladeira / Bola na Rede

    Cristiano Ronaldo – 21 anos após a sua primeira internacionalização por Portugal, naquele que vai ser o seu sexto Euro, Cristiano Ronaldo continua a ser a principal cara da seleção e aquele em que a nação mais confia nos momentos decisivos.

    Após ter sido o melhor marcador da última edição do Europeu, Ronaldo chega a este campeonato da Europa com 39 anos, mas com o estatuto de melhor marcador da qualificação para a competição, e com a confiança de quem anotou 57 golos e 13 assistências em 58 jogos ao longo da época. Não há como fugir ao seu protagonismo, não há como fugir aos dados incontornáveis que tornam o capitão da seleção nacional uma das principais figuras de toda a prova.

    Com a ambição de regressar a solo nacional a 15 de Julho, Cristiano prepara-se para mais uma edição que se espera memorável, numa altura em que apenas cinco golos separam a marca dos 900 na carreira.

    - Advertisement -

    Subscreve!

    PUB

    spot_img

    Artigos Populares

    Guilherme Terras Marques
    Guilherme Terras Marques
    Orgulhoso estudante da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, vê no futebol e na sua cultura uma paixão. É apenas mais um jovem ambicioso que sonha fazer do jornalismo desportivo a sua vida. Escreve com o novo acordo ortográfico