logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Senegal x Egito: Quem “CAN” ganhar?

Campeonato Africano das Nações, Final: domingo, 19h00, 6 de fevereiro de 2022

ANTEVISÃO: VANTAGEM SENEGALESA

A final do Campeonato Africano das Nações (CAN) vai colocar frente a frente duas das principais figuras do Liverpool FC e um português no banco. Carlos Queiroz, selecionador do Egito, vai ter uma árdua missão pela frente. O Senegal parte em vantagem em alguns aspetos muito importantes. Em primeiro lugar, as individualidades. A seleção senegalesa tem apenas um jogador – guarda-redes suplente – que não atua nos campeonatos europeus, enquanto os egípcios têm apenas cinco jogadores “europeus”. Vale o que vale, mas a competitividade na Europa, especial nos “big 5” é um fator relevante.

O EGITO DE CARLOS QUEIRÓZ PARTE COMO UNDERDOG NESTA FINAL FRENTE AO SENEGAL. TEREMOS UMA SURPRESA DOS FARAÓS? APOSTA COM A BWIN!

Além disso, na turma de Sadio Mané há ainda jogadores como Mendy, Koulibaly, Diallo e Gueye. Queiroz tem na formação, além de Salah, outros dois destaques: Trezeguet e Elneny. Taticamente, os senegaleses têm apresentado um futebol mais esclarecido, mais trabalhado, com outros recursos, fruto também dos sete anos ao leme por parte de Aliou Cissé. O Egito tem mostrado muitas fragilidades defensivas e alguma dependência de Salah.

O percurso até à final pode pesar nas pernas no derradeiro jogo, e aí, vantagem clara para o Senegal. Na fase final da competição, três jogos com relativa facilidade, contra equipas mais acessíveis. Do lado egípcio, três partidas exigentes – Costa do Marfim, Marrocos e Camarões – e os três decididos além dos 90 minutos. Feitas as contas, Queiroz chega à final com mais um jogo nas pernas dos jogadores que a turma adversária. Por tudo isto, ligeiro favoritismo para o Senegal.

 

10 DADOS RÁPIDOS

  1. Dez jogos entre as formações, quatro vitórias para o Senegal, dois empates e quatro vitórias para o Egito.
  2. No total dos jogos oficiais, média de 1,2 golos por jogo.
  3. Na presente edição da CAN, o Senegal tem quatro vitórias e dois empates.
  4. O Egito, nesta CAN, leva, dentro dos 90 minutos, dois empates, três vitórias e uma derrota.
  5. Nos seis jogos, o Senegal tem uma média de 1,83 golos marcados
  6. O Egito tem, dentro dos 90 minutos, nos seis jogos, uma média de 0,83 golos marcados.
  7. O Senegal e o Egito, nesta CAN, tem uma média de 0,33 golos sofridos por jogo.
  8. Nos últimos dois confrontos entre as duas equipas, o Senegal venceu ambos.
  9. No total dos jogos, a média de golos na CAN é de 1,88.
  10. 11 jogos da presente edição da CAN terminaram com o resultado em 1-0.

 

JOGADORES A TER EM CONTA

Sadio Mané (Senegal) – Podíamos tentar arranjar outro, mas de facto, Mané tem sido preponderante na campanha senegalesa. Leva três golos e uma assistência na competição e vai, certamente, aproveitar as fragilidades defensivas que o Egito vai demonstrando para colocar o seu nome na final.

Vai ser um perigo constante, e apontar um marcador de golo para este domingo, Sádio Mané é esse nome. Máquina!

 

Mohamed Abougabal (Egito) – Claro que Salah merecia o destaque, contudo, o conto de fadas de Abougabal tem que ser contado. O guardião entrou para a baliza para substituir El-Shenawi, mítico guardião egípcio, e o resto é história.

Vai a caminho da sexta internacionalização e Queiroz a muito lhe deve pela presença na final. Nos “quartos” contra a Costa de Marfim, o guarda-redes do Zamalek SC defendeu um penálti e nas “meias” voltou a defender, desta vez, duas penalidades.

 

XI’S PROVÁVEIS

Senegal: Mendy, Ciss, Koulibaly, Sarr, Diallo, Mendy, Idrissa Gueye, Pape Gueye, Mané, Sarr, Diédhiou

Treinador: Aliou Cissé

 

Egito: Abougabal, Monem, Kamal, Hegazy, Fatouh, Fathi, Soleya, Elneny, Salah, Mostafa, Marmoush

Treinador: Carlos Queiroz

 

PREVISÃO DE RESULTADO: SENEGAL 1-0 EGITO

Quem conhece o João sabe que a bola já faz parte dele. A paixão pelo desporto levou-o até à Universidade do Minho para estudar Ciências da Comunicação. Tem o sonho de fazer jornalismo desportivo e viver todos os estádios.

Quem conhece o João sabe que a bola já faz parte dele. A paixão pelo desporto levou-o até à Universidade do Minho para estudar Ciências da Comunicação. Tem o sonho de fazer jornalismo desportivo e viver todos os estádios.

FC PORTO vs CD TONDELA