Com o final do campeonato a aproximar-se rapidamente, continua a incerteza quanto ao vencedor da edição deste ano do Girabola. A 23.ª jornada jogou-se entre os dias 11 e 15 de julho, e houve algumas surpresas nos encontros disputados.

O 1.º de Agosto adiantou o seu jogo para quarta-feira (dia 11), devido ao compromisso para a Liga dos Campeões africana. A jogar em casa, o bicampeão procurava vencer para voltar ao topo do campeonato e assim distanciar-se do seu rival Petro de Luanda, que folgava nesta ronda.

Mas a tarefa não se adivinhava fácil, uma vez que o adversário era o Recreativo do Libolo, e que acabou por ser confirmar: o jogo terminou com um empate a zero, apesar do controlo da equipa visitada, que ainda jogaram os últimos 35 minutos com menos um jogador, graças à expulsão de Guelor. Os “Militares” somaram o décimo empate na prova e desperdiçaram a oportunidade de se isolar na liderança, tendo em especial atenção que na próxima há dérbi entre os dois rivais de Luanda.

Os Militares voltaram a empatar a zero em casa, desta vez frente ao Rec. do Libolo
Fonte: 1.º de Agosto

Perante o empate do D’Agosto, o Interclube tinha uma boa hipótese de igualar os dois primeiros classificados. Os “Polícias” entraram super motivados para o embate contra a Académica do Lobito, contudo acabaram o encontro com poucos motivos para celebrar, dado que não desfizeram o nulo no marcador durante os 90 minutos. O empate fez com que o Interclube continue no terceiro lugar do Girabola, a três pontos do topo da classificação. A equipa comandada por Paulo Torres poderá aproveitar a próxima jornada, para ganhar pontos ao 1.º de Agosto e/ou Petro de Luanda.

Anúncio Publicitário

O Kabuscorp também seguiu a tendência dos outros jogos e empatou. Na visita à província da Huíla, a turma do bairro do Palanca registou uma igualdade a uma bola no final do encontro frente ao Desportivo local – os golos foram apontados por Sidney (grande penalidade a favor do Desp. Huíla) e Calero (a quatro minutos do fim pelo Kabuscorp). O ponto conquistado não alterou em nada a situação classificativa do Kabuscorp, que está no décimo lugar.

Nos outros jogos, o Domant FC venceu o Sporting de Cabinda por 2-1 e o Sagrada Esperança perdeu em casa pela margem mínima com o Bravos do Maquis. E registaram-se mais dois empates:  Recreativo da Caála 1-1 Progresso do Sambizanga e FC Casa Militar 0-0 1.º Maio Benguela.

Em conclusão, o 1.º de Agosto chega ao dérbi de Luanda um pouco pressionado, não só porque não garantiu a liderança isolada nesta ronda antes do provável jogo do título, mas também devido ao aumento gradual da insatisfação dos adeptos face aos resultados e às exibições menos conseguidas nos últimos jogos. Será que os bicampeões conseguirão dar uma boa resposta frente ao seu rival? Veremos no próximo domingo!

Foto de Capa: 1.º de Agosto