O Girabola’18 chegou ao fim! A última jornada jogou-se entre os dias 29 de agosto a 2 de setembro, e o principal motivo de interesse era saber quem iria levantar o troféu de campeão, uma vez que Domant e 1.º de Maio já tinham confirmado a descida de divisão na ronda anterior.

E o 1.º de Agosto é novamente campeão! Pela terceira ano consecutivo, os “Militares” voltam a terminar o Girabola no topo da classificação. Na última partida, os comandados de Zoran Maki venceram o Casa Militar por 1-0, graças ao golo apontado por Jacques, ainda no primeiro tempo. O triunfo pela margem mínima permitiu ao D’Agosto celebrar a conquista do seu décimo segundo título do principal campeonato angolano, e repete assim um feito que já não alcançava desde 1981, quando também foi tricampeão.

O D’Agosto é novamente o campeão angolano de futebol
Fonte: 1.º de Agosto

O Petro de Luanda ainda entrou para esta jornada com a “esperança” de chegar ao título, mas o Sagrada tratou de acabar com essa mesma ilusão tricolor, ao arrancar um empate a uma bola fora de portas – os marcadores dos golos foram Tony (Petro) e Cash (Sagrada Esperança). Assim, o conjunto petrolífero termina a época em segundo e com um amargo de boca por não perder festejar a conquista do Girabola, ao passo que a equipa do Dundo acaba a prova na primeira metade da tabela classificativa, com 35 pontos conquistados.

O Interclube, que foi a maior surpresa da edição deste ano (chegou a ocupar o primeiro lugar do campeonato no final da primeira volta inclusive), despediu-se de forma inglória do Girabola. Na ida à casa do despromovido Domant, os “Polícias” ainda se adiantaram no marcador por intermédio de Moco, mas um bis de Kabibi foi o quanto baste para os homens de Paulo Torres saírem derrotados. Contudo, o Inter conseguiu conquistar o último lugar do pódio.

Anúncio Publicitário

O Recreativo do Libolo venceu o seu respetivo compromisso. A jogar perante o seu público, a turma libolense foi maior forte que o seu adversário, Progresso do Sambizanga, e conquistou os três pontos em disputa – vitória por 2-0, com Herve Ndonga e Magrão a serem os autores dos golos. O triunfo fez com que o Libolo conseguisse ultrapassar a Académica do Lobito na classificação, e acabar a prova no quarto lugar.

O Kabuscorp terminou a sua prestação no Girabola com um empate a duas bolas. Na receção à Académica do Lobito, a equipa do bairro do Palanca ainda esteve a perder por 0-2, mas conseguiu chegar à igualdade, graças aos golos de Nelito (de grande penalidade) e Rafa. Assim, o Kabuscorp acabou na nona posição, com 32 pontos conquistados ao longo da prova.

Nos restantes jogos, Sporting de Cabinda e Bravos do Maquis empataram a uma bola e o Recreativo recebeu e bateu o Desportivo da Huíla por 2-0.

E assim se jogou mais uma edição do Girabola! Como já começa a ser costume, foi mais um campeonato repleto de ação, surpresas, muitos golos e, sobretudo, festa por todos os estádios angolanos, em que o 1.º de Agosto reforçou o seu estatuto de “Melhor Equipa de Angola”, ao conquistar o tricampeonato.

Uma última palavra de apreço para o Domant e 1.º de Maio, que descem de divisão, num momento difícil de gerir, mas que se espera que seja um “Até Já” breve e não um “Adeus” em definitivo. Ainda agora terminou, mas já estamos todos desejosos que o Girabola recomece de novo!

Foto de Capa: Girabola ZAP