logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Sevilha FC

Club Atlético de Madrid 1-1 Sevilha FC: Andaluzes garantem “Champions” em Madrid

A CRÓNICA: HONRAS DIVIDIDAS NOS MINUTOS FINAIS

Na penúltima jornada do campeonato espanhol, o Club Atlético de Madrid recebeu o Sevilha FC, no estádio Wanda Metropolitano, estando em jogo a disputa do terceiro e quarto lugares entre as duas formações, com maiores responsabilidades para os forasteiros, que ainda não tinham garantido a presença na edição da Liga dos Campeões da próxima temporada.

As equipas entraram muito fortes na partida, visando rapidamente e com assertividade as balizas adversárias nos minutos iniciais. Com o correr do relógio, o equilíbrio foi-se tornando mais evidente, até que, José Giménez, após a conversão de um canto, abriu o marcador a favor da equipa da casa, à passagem do minuto 31. Depois do tento inaugural, as oportunidades de golo escassearam, e o encontro foi para o intervalo com o marcador favorável aos caseiros.

Já no segundo tempo, a história mudou de figura, com o jogo a mostrar-se mais partido e com maior intensidade. As oportunidades foram surgindo para ambos os lados, com o Atlético a manter-se mais perigoso ofensivamente, mas, quem acabou por marcar foram mesmo os visitantes, por intermédio de En-Nesyri, que respondeu com uma cabeçada fulminante a um excelente cruzamento de Oliver Torres, restaurando assim a igualdade no marcador, a cinco minutos do fim da partida.

Assim, com esta igualdade a uma bola, o Sevilha conquistou um ponto importante, que garantiu a qualificação para a próxima edição da Liga dos Campeões. Já para as contas do campeonato, as equipas entrarão para a última jornada a um ponto de distância, com o Atlético no terceiro lugar e o Sevilha no quarto.

 

A FIGURA

Rodrigo De Paul – O médio argentino foi, a meu ver, o melhor jogador em campo. Um autêntico motor na equipa colchonera, foi importantíssimo tanto ofensivamente, como no equilíbrio defensivo.

 

O FORA DE JOGO

Gonzalo Montiel – Já o lateral direito do Sevilha FC, foi, na minha opinião, o elemento menos em campo, tendo inclusivamente sido substituído ao intervalo, face à sua fraca prestação.

 

 ANÁLISE TÁTICA – CLUB ATLÉTICO DE MADRID

Os pupilos de Diego Simeone dispuseram-se em campo num sistema tático base em 3-1-4-2. A formação da capital espanhola mostrou-se superior ao adversário ao longo do encontro, aplicando uma pressão muito eficaz ao portador da bola, o que condicionou muito o jogo do adversário. Ofensivamente foram também a formação mais perigosa e agressiva, tirando proveito máximo das situações de bola parada, mas foram incapazes de conter o adversário nos dez minutos finais do encontro.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Oblak (6)

Savić (6)

Giménez (7)

Reinildo (7)

Kondogbia (6)

Llorente (6)

Carrasco (7)

De Paul (7)

Koke (7)

Griezmann (6)

Suárez (6)

SUBS UTILIZADOS

Cunha (6)

Correa (6)

Felipe (6)

Herrera (6)

 

ANÁLISE TÁTICA – SEVILHA FC

Os comandados de Julen Lopetegui alinharam num dispositivo tático base em 4-3-3. A formação sevilhana apresentou-se bem organizada defensivamente, mas mostrou muitas dificuldades, principalmente, na fase de criação, momento esse em que tinha pouca presença junto da baliza adversária e raras foram as vezes em que conseguiu levar a bola com perigo junto à baliza de Oblak. Ainda assim, conseguiram resgatar um ponto da partida, numa das raras ocasiões claras de golo que conseguiram criar.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Bounou (6)

Montiel (6)

Carlos (7)

Koundé (7)

Acuña (7)

Rakitić (7)

Gudelj (6)

Delaney (7)

Ocampos (6)

En-Nesyri (7)

Gómez (6)

SUBS UTILIZADOS

Corona (6)

Navas (7)

Torres (7)

Mir (6)

Rekik (6)

Licenciado em Comunicação Social, o Pedro procura construir os alicerces de uma futura carreira como jornalista desportivo. Apaixonado por futebol, nunca diz que não a uma boa partida do desporto rei.

Licenciado em Comunicação Social, o Pedro procura construir os alicerces de uma futura carreira como jornalista desportivo. Apaixonado por futebol, nunca diz que não a uma boa partida do desporto rei.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA