Shinji Kagawa está de volta ao sítio onde foi mais feliz. Pouco utilizado em Old Trafford, o jogador de 25 anos saiu de uma maneira que nunca se vaticinaria.
Depois das fantásticas épocas de amarelo e preto, o japonês não foi capaz de dar continuidade às boas exibições que levaram o United a contratá-lo.

Em Terras de Sua Majestade nunca conseguiu mostrar os argumentos que evidenciou aquando da sua passagem pelo Dortmund e isso deve-se muito à incapacidade dos treinadores – tanto Ferguson como Moyes – de entenderem que o seu talento seria exponenciado ao máximo no meio e não nas alas. A concorrência não ajudou e jogadores como Rooney e Mata foram-no empurrando para as laterais. A entrada de Van Gaal não trouxe nada de novo a Kagawa e este acabou por dar o melhor rumo à sua carreira: Signal Iduna Park. O japonês, que tinha custado 15 milhões aos cofres do United, foi “devolvido” por 8 milhões.

Kagawa regressa ao clube onde foi mais feliz  Fonte: dailyfootballnews.org
Kagawa regressa ao clube onde foi mais feliz
Fonte: dailyfootballnews.org

Quem rejubila com a chegada do nipónico é Jürgen Klopp, que vê o número de opções a crescer e as possibilidades de voltar a ser campeão a aumentar, mesmo tendo em conta que o Bayern continua a ser o natural favorito.

Juntar Kagawa, Reus, Hummels e Mkhitaryan é garante de espectáculo e resultados. O arménio deverá ser o “sacrificado” e passará a ter funções mais defensivas para libertar o japonês e deixá-lo soltar todo o talento que se lhe reconhece, mostrando as suas características mais fortes: visão de jogo, técnica acima da média e grande capacidade de decisão.

Os fervorosos adeptos do Dortmund já devem estar expectantes pela entrada de Kagawa no onze e, tal como eles, espero ver o nipónico a voltar ao nível que o elevou a um dos melhores jogadores da Bundesliga.

Anúncio Publicitário