DEFESA-CENTRAL

Marquinhos – É a escolha lógica para jogar ao lado de Thiago Silva. O sucesso conquistado pela dupla ao largo de vários anos não me permite, em consciência, colocar outro defesa nesta lista que não ele. Embora Mauricio Pochettino quase tenha roubado o lugar ao luso-brasileiro e mereça, por isso, uma menção honrosa. Também proveniente do calcio, Marquinhos chega a Paris com apenas 21 anos, proveniente da AS Roma, equipa a quem o PSG teve de pagar quase €32 milhões pelos talentos do jovem brasileiro.

Ao contrário de Thiago Silva, Marquinhos não era uma certeza, mas sim um projeto a médio-longo prazo. Teve um período de adaptação e ainda cometeu esporádicos erros na equipa titular do Paris Saint-Germain, mas é seguro dizer que a aposta no jovem paulista foi muito bem conseguida. No seu palmarés constam seis campeonatos, quatro Taças e cinco Taças da Liga.