2.


Cesc Fàbregas – Dos cinco atletas apresentados, o nome de Fàbregas aparece como sendo o único que não trocou de equipas diretamente. Formado no Barcelona FC, o médio chegou ao Arsenal no verão de 2003, com apenas 16 anos. A adaptação não foi fácil, mas quando começou a ser opção a sério, em 2004/05, deu logo nas vistas.

Mesmo com poucos títulos conquistados ao serviço do emblema do Emirates, o internacional espanhol continuou a “dar cartas” e deixou-se ficar em Londres até 2011, altura em que regressou à equipa que o formou.

Três épocas depois, regressou ao futebol inglês, mas para representar… O Chelsea. Clube onde conquistou competições que nunca tinha ganho até então, como a Liga Europa e a própria Liga Inglesa (por duas vezes). Uma passagem de quatro épocas e meia antes de se mudar para o AS Monaco no inverno de 2019, onde até hoje se mantém.