logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Club Atlético Tucumán jogadores

Club Atlético Tucumán | Uma Revolução na Argentina

Uma das ligas mais competitivas de 2022 está a terminar. Após 21 jornadas, o Club Atlético Tucumán continua como líder da Liga da Argentina.

Várias equipas estão na disputa do campeonato, estando o Racing a um ponto (com mais um jogo), o Boca Juniors a dois pontos, o Huracán e o Gimnasia (este último também com mais um jogo) a a quatro pontos do líder.

A verdade é que a campanha do El Decano tem sido algo fascinante de se testemunhar. Contra tudo e contra todos, estão em primeiro no campeonato e apenas a seis jornadas do final. Em 21 jogos, perderam apenas dois, sofreram dois ou mais golos em apenas duas ocasiões, lideram a liga em golos sofridos e possuem o quarto melhor ataque.

Outro pormenor interessante acaba por ser a inexistência de uma estrela da equipa. O melhor marcador da equipa é o nono na lista de marcadores, sendo que Ramiro Carrera conta com seis golos, seguindo-se a ele Augusto Lotti com cinco, Cristian Menendez com quatro, Ramiro Rodriguez com três, Mateo Coronel e Renzo Tesuri com dois cada.

O brilhantismo coletivo tem vencido equipas, contudo, não apenas pelo bom trabalho ofensivo. O mais chamativo acaba por ser o lado defensivo. Durante os 21 jogos, a equipa conseguiu manter a baliza inviolável em 12 deles, mantendo um registo nada menos do que notável. Tornam, assim, a vida difícil aos rivais, tanto no processo ofensivo como no defensivo.

O mais surpreendente é o facto da equipa do Atlético Tucumán ter apenas o 18° plantel mais valioso no campeonato. A equipa mais valiosa, River Plate, apresenta um plantel de 92,40 milhões de euros, enquanto, o El Decano só está avaliado em 21,03 milhões de euros.

Mesmo assim, nada os impediu de chegar tão longe e estão cada vez mais perto de conquistar o campeonato argentino pela primeira vez na história de 120 anos do clube.

A última vez que uma equipa venceu o campeonato pela primeira vez foi o Arsenal de Sarandi, em 2012. Desde então, equipas como o Boca, River, Velez e Racing venceram o campeonato mais do que uma vez, acrescentando à longa lista de títulos das suas histórias.

Estamos a testemunhar uma verdadeira revolução no futebol albiceleste. Novas equipas estão surgir na Argentina e a aumentar o nível de qualidade. Já lá vão quatro anos desde que uma equipa argentina venceu a Copa Libertadores e, após quatro vencedores brasileiros consecutivos, parece este, o momento ideal para um novo ressurgimento no futebol sul-americano.

Artigo revisto por Joana Mendes

O Marcos é licenciado em Comunicação e Jornalismo. O objetivo de carreira é tornar-se num jornalista desportivo, mas no fundo é um amante de desporto e acima de tudo alguém que procura partilhar a verdade desportiva, a sua opinião e criar interesse nas pessoas para verem modalidades novas.

O Marcos é licenciado em Comunicação e Jornalismo. O objetivo de carreira é tornar-se num jornalista desportivo, mas no fundo é um amante de desporto e acima de tudo alguém que procura partilhar a verdade desportiva, a sua opinião e criar interesse nas pessoas para verem modalidades novas.

FC PORTO vs CD TONDELA