logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Raúl de Tomás Liga Inglesa

Raúl de Tomás | O renascimento do “pretty boy” de Madrid

Nasceu cedo para o futebol naquela que foi a sua casa durante grande parte da vida. Em Madrid, a representar a maior equipa da sua cidade e provavelmente do seu país, cedo se percebeu que Raúl de Tomás, ou RDT para o mundo do futebol, era especial. Um jogador elegante, de recorte fino e uma técnica que lhe permite roçar a elite. Aos 27 anos vive, porventura, a melhor fase da sua carreira, sendo a principal vedeta de um RCD Espanhol de Barcelona que procura afirmar-se definitivamente no primeiro escalão do futebol de nuestros hermanos.

Chegou a Lisboa para representar o SL Benfica de Bruno Lage e para fazer esquecer o fantasma de João Félix, que ainda estava muito fresco na mente dos benfiquistas. Rotulado de craque, com toda a justiça, a meu ver, muito por culpa das suas passagens por Real Valladollid CF e Rayo Vallecano, foi fácil perceber a tremenda qualidade e finesse do astro espanhol. De cabelo bem penteado para trás, número 9 nas costas e camisola para dentro dos calções, fazia sonhar os encarnados e tentava encantar o terceiro anel. RDT era dono de uma presença charmosa em campo, todos os toques que dava na bola eram pura poesia, como se estivéssemos a falar de uma peça de teatro em que ele próprio era protagonista.

Os 38 golos apontados ao serviço do Rayo Vallecano, a juntar aos 15 golos marcados em Valladollid, custaram aos cofres da equipa da Luz mais de 20 milhões de euros. Infelizmente para Raúl de Tomás, e principalmente para todos nós enquanto adeptos de futebol, a experiência em Portugal não foi, de todo, proveitosa. No entanto, RDT não foi um erro de casting, foi sim um génio incompreendido, que dentro da área é um predador letal, mas que foi “amarrado” a tarefas de criação de jogo, muito por culpa da sua própria mobilidade em campo e técnica apurada, para além de ser forte no capítulo da meia distância e da bola parada.

Para mim, Raúl de Tomás é, atualmente, o melhor ponta de lança espanhol, e claramente um dos melhores a atuar na Liga Espanhola. Avaliado em cerca de 25 milhões, tornou-se cada vez mais óbvio que merece um clube maior na sua carreira, ou melhor, sempre mereceu.

Para todos vós, apresento o novo príncipe da Cidade Condal, de seu nome, Raúl de Tomás Gómez.

Licenciado em Comunicação Empresarial e Relações Públicas, é um apaixonado por futebol desde tenra idade. O jovem natural de Tomar, mas residente em Lisboa, é um poço de sonhos por realizar, sendo que ser uma voz ativa no mundo do futebol é um deles! Comunicador, simpático, bem humorado e cheio de energia, assim é o Bernardo! Para solidificar os seus conhecimentos no desporto rei, completou os níveis I e II de Scouting no futebol, para além de uma formação de Team Manager. Atualmente, trabalha no departamento de comunicação internacional de uma grande empresa e divide o seu tempo entre as suas paixões e os seus vícios.

Licenciado em Comunicação Empresarial e Relações Públicas, é um apaixonado por futebol desde tenra idade. O jovem natural de Tomar, mas residente em Lisboa, é um poço de sonhos por realizar, sendo que ser uma voz ativa no mundo do futebol é um deles! Comunicador, simpático, bem humorado e cheio de energia, assim é o Bernardo! Para solidificar os seus conhecimentos no desporto rei, completou os níveis I e II de Scouting no futebol, para além de uma formação de Team Manager. Atualmente, trabalha no departamento de comunicação internacional de uma grande empresa e divide o seu tempo entre as suas paixões e os seus vícios.

FC PORTO vs CD TONDELA