logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Sergei Semak: O novo timoneiro do FC Ufa

Cabeçalho Futebol Internacional

A cidade de Ufa, capital da República do Bascortostão, recebeu no passado Sábado de manhã o encontro entre o FC Ufa e o FC Krylya Sovetov a contar para a Ronda 19 da Liga Russa de futebol (РОСГОССТРАХ Чемпионату России). Uma manhã de sol com uma temperatura a rondar os 10 graus negativos e um relvado sintético esperavam as duas equipas que se encontram actualmente em condições absolutamente díspares na tabela classificativa. De um lado, o FC Ufa de Sergei Semak, colocado confortavelmente na primeira metade da tabela e do outro o FC Krylya Sovetov de Vadim Skripchenko, que luta com unhas e dentes para escapar aos lugares de despromoção.

Com cerca de 6200 espectadores nas bancadas do Estádio Neftyanik, os homens da casa venceram, com algumas dificuldades, a formação de Samara por uma bola a zero, com o único golo do encontro a ser apontado logo ao minuto seis da primeira parte pelo médio croata Ivan Paurević.

Semak na qualidade de técnico do Zenit Fonte: Fc Zenit
Semak na qualidade de técnico do Zenit
Fonte: Fc Zenit

 

Na Basquíria russa vive-se um clima de confiança em torno da equipa local, o FC Ufa. A saída do treinador Viktor Goncharenko no passado mês de Dezembro, que, diga-se de passagem, estava a realizar um trabalho bastante meritório com a equipa, deixou no ar alguma apreensão relativamente ao futuro, mas a verdade é que a direcção do clube conseguiu contornar esse aparente problema da melhor forma possível. Após alguma especulação, foi em Sergei Semak que recaiu a escolha da direcção do FC Ufa e, até ao momento, as coisas não poderiam ter corrido de melhor forma. Três vitórias em três jogos oficiais, dois para a Liga Russa e um para a Taça da Rússia, que garantiu a presença do FC Ufa nas meias-finais da competição, é o registo do jovem treinador de 41anos que já trabalhou, entre outros, ao lado do português André Villas-Boas no FC Zenit.

Semak, antigo internacional e um dos melhores médios russos dos últimos 25 anos, pendurou as botas em 2013, após ter passado os últimos anos da sua carreira ao serviço do emblema mais poderoso de São Petersburgo. A partir de então, Semak trabalhou de perto com o Luciano Spalletti e André Villas-Boas no FC Zenit e com Leonid Slutsky na selecção nacional russa e a experiência que retirou desses anos está agora, seguramente, a ser-lhe bastante útil neste novo projecto. Semak chegou mesmo a assumir, ainda que temporariamente, o comando da formação do FC Zenit aquando da saída de Lucciano Spalletti em Março de 2014 e muito se especulou na altura, se não deveria ser ele a assumir os destinos da equipa de forma permanente.

Tal não aconteceu, mas a verdade é que Semak assumiu um protagonismo na equipa técnica de Villas-Boas que definitivamente não tinha durante o legado de Spalletti. Há também que realçar, que durante os seus tempos de jogador, Semak trabalhou de perto com excelentes técnicos, como por exemplo o enigmático Kurban Berdyev e o imprevisível Valery Gazzaev, algo que também terá contribuído e muito para este seu crescimento como treinador.

Foi talvez a camisola amarela do Rinat Dasaev que fez nascer, em Joel, a paixão pelo futebol russo e pelo Spartak Moscovo. O futebol do leste da Europa, a liga espanhola e o FC Porto são os tópicos sobre os quais mais gosta de escrever.                                                                                                                                                 O Joel não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Foi talvez a camisola amarela do Rinat Dasaev que fez nascer, em Joel, a paixão pelo futebol russo e pelo Spartak Moscovo. O futebol do leste da Europa, a liga espanhola e o FC Porto são os tópicos sobre os quais mais gosta de escrever.                                                                                                                                                 O Joel não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

FC PORTO vs CD TONDELA