Anterior1 de 2Próximo

Cabeçalho Futebol Internacional

O jovem guarda-redes prodígio Anton Mitryushkin protagonizou aquela que terá porventura sido a transferência mais inesperada da Liga Russa durante o mercado de transferências de Inverno da época que agora chegou ao fim. Depois de passar quase seis anos ao serviço do outrora gigante russo FC Spartak Moscovo, o jovem Anton mudou-se de malas e bagagens para o FC Sion, da Liga Suíça, onde actua o extremo português Carlitos desde de 2014. Mitryushkin, de forma algo surpreendente, não fez parte dos planos de Dmitry Alenichev para a temporada que agora terminou e, após um período de alguma incerteza quanto ao seu futuro, decidiu rumar a outras paragens no início deste ano.

No momento da despedida, o jovem guarda-redes de 20 anos não escondeu a mágoa pela forma como foi tratado esta temporada na formação moscovita e lamentou que ninguém, nem Alenichev, nem Sergey Rodionov (director desportivo do FC Spartak Moscovo e antiga estrela do clube e da URSS), tivesse sequer tido a dignidade de lhe explicar o porquê de não ter sido opção esta época. Anton alinhou como titular em apenas quatro jogos do Spartak-2, a segunda equipa da formação moscovita que participa na FNL, a segunda divisão do futebol russo, e foi suplente não utilizado em diversas ocasiões na primeira equipa.

Alenichev entregou a baliza do FC Spartak Moscovo ao experiente guarda-redes russo Artem Rebrov durante grande parte da época mas, após uma pesada derrota no Estádio Petrovsky, em São Petersburgo, frente ao FC Zenit de André Villas-Boas, Dima lançou Sergey Pesyakov, um guardião de 27 anos que, após prometer muito aquando da sua chegada ao emblema moscovita em 2009, proveniente do FC Shinnik Yaroslavl, acabou por ter uma carreira de altos e baixos com constantes empréstimos a equipas do primeiro escalão do futebol russo e com também algumas passagens pelo Spartak-2. Anton Mitryushkin, que em tempos afirmou que tudo faria para cumprir o sonho de se tornar o número 1 do FC Spartak Moscovo tal como o seu ídolo de infância Rinat Dasaev, vive agora um período de mudança na sua ainda jovem carreira, mas é legítimo dizer-se que, até ao momento, as coisas lhe têm corrido de feição.

A saída de Mitryushkin do FC Spartak deixou descontente uma franja considerável de adeptos do emblema moscovita Fonte: sport-express.ru
A saída de Mitryushkin do FC Spartak deixou descontente uma franja considerável de adeptos do emblema moscovita
Fonte: sport-express.ru

Em Fevereiro passado, o FC Sion anunciava a contratação do jovem guarda-redes russo por um valor a rondar 1 milhão de euros num contrato com duração até 2019 com a possibilidade de mais um ano de opção. Ao FC Spartak Moscovo caberia, no entanto, a possibilidade de recomprar o atleta no caso de uma transferência futura, cláusula essa que foi divulgada pela imprensa russa, no período que se seguiu à oficialização do negócio.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários