Cabeçalho Futebol Internacional

Apesar de sempre ter tido um conjunto de grandes jogadores, a seleção espanhola não tem muitos títulos de que se orgulhar ao longo da sua história. Com exceção do Euro 64, que venceu em casa, as participações espanholas nas grandes competições eram iniciadas com muita expectativa e terminadas com poucos resultados. Esse cenário só foi revertido na última década.

Depois da conquista do Euro 2008, com Luís Aragonés no comando técnico, a seleção espanhola venceu também o Mundial 2010 e o Euro 2012, com Vicente Del Bosque no cargo de selecionador. Com um estilo de jogo bem definido e um lote de jogadores de enorme qualidade, a seleção espanhola é, hoje em dia, uma forte candidata a vencer qualquer competição em que participe e nem o fracasso no Mundial do Brasil contraria essa ideia.

Espanha chega ao Euro 2016 após um apuramento tranquilo, como se previa, em que teve de defrontar Eslováquia, Ucrânia, Bielorrússia, Luxemburgo e Macedónia. A qualificação só não foi perfeita devido à derrota na Eslováquia. De resto, nove vitórias em nove jogos, sendo que nos últimos oito não sofreram qualquer golo.

Comentários