cab andebol

O título deste texto é perfeito para a temporada do Sporting até ao momento. Conquista da Supertaça em jogo contra o Porto; primeiro lugar na fase regular do campeonato, pela primeira vez desde 2004/2005; presença nos quartos de final da Taça de Portugal, onde vão defrontar o Porto já dia 1 de março; e participação na fase de grupos da EHF CUP – para quem não sabe, é algo inédito em Portugal na competição, que, fazendo o paralelismo com o futebol, corresponde à Liga Europa.

É precisamente nesta competição que me vou focar, neste artigo. No fim da primeira volta da fase de grupos, o Sporting está em 2º no grupo B, atrás do todo poderoso Montpellier. Tem, para já, o melhor ataque da prova e a segunda melhor defesa da competição. Números brilhantes, sem qualquer dúvida, pois é uma equipa nova nestas andanças e quase sem banco de suplentes para poder rodar durante os jogos. Se a passagem à fase de grupos já foi considerada brilhante por todos os sportinguistas, os resultados obtidos até agora ainda o são mais. Esta equipa está a mostrar o que é o Sporting: esforço, dedicação, devoção para atingir a glória. É certo que se assim continuarem a vão atingir, não na Europa (é quase impossível, isto para não dizer que é completamente impossível), mas nas competições internas, onde quer Porto quer Benfica têm um orçamento muito superior. O sacrifício despendido por estes leões tem sido suficiente para atingir resultados fantásticos até ao momento.

Os leões contaram com casa cheia este domingo.    Fonte: Facebook.com
Os leões contaram com casa cheia este domingo.
Fonte: Facebook do Sporting Clube de Portugal

Indo agora aos jogos, vemos que o Sporting foi ganhar à Dinamarca por 32-25 ao Skjern. Um resultado que correu a Europa do andebol, especialmente a exibição de Ricardo Candeias, devido ao inesperado resultado obtido. Seguiu-se uma derrota com o Montpellier por apenas três golos, em que os franceses tiveram de suar muito para bater os bravos leões, que chegaram a estar a ganhar durante a segunda parte. O resultado 27-30 demostra bem a qualidade que o jogo teve. Seguiu-se o estrondoso resultado deste domingo, ao bater o Zominak por 39-22. A formação vinda da Macedónia não teve argumentos para discutir o resultado, em Mafra, estando o Sporting, neste momento, com o sonho perfeitamente realizável de atingir os quartos de final da competição. Para isto, basta derrotar o adversário deste domingo, 15 de março, e repetir, em Mafra, a vitória sobre a formação dinamarquesa.

É ainda com grande tristeza que vejo que nenhum canal televisivo português mostrou interesse em transmitir os jogos do Sporting em casa. Ter uma equipa nas competições europeias continua a só ser importante no futebol. Uma atitude a rever e com muita urgência, pois não só de futebol vive o desporto.

O que parecia um sonho quase irrealizável está cada vez mais perto de se realizar. Eu, como sportinguista, não poderia deixar de estar mais agradado com estas exibições e com estes resultados, mas muito trabalho ainda precisa de ser feito até ao fim da temporada, pois nada está ganho.

Comentários