Anterior1 de 3Próximo

Em jogo antecipado devido ao compromisso europeu dos dragões, o FC Porto Sofarma deslocou-se, esta quarta feira, até ao Pavilhão Acácio Rosa, levando de vencida a equipa da casa, o CF Os Belenenses, por 27-34, num embate relativo à quarta jornada da prova.

As duas equipas entraram em campo ainda sem saber o que era perder. Os azuis e brancos somavam três vitórias em três jogos e, por sua vez, os homens do restelo constavam com duas vitórias e um empate na presente temporada.

Tal como seria de esperar, os primeiros minutos foram de grande intensidade, e, apesar de ter sido o campeão nacional a inaugurar o marcador, por intermédio de Djibril, foi o Belenenses que entrou por cima na partida, aproveitando da melhor forma os vários remates e contra-ataques desperdiçados pelos dragões.

Fruto dos infortúnios do conjunto de Magnus Andersson e da rápida circulação de bola da equipa da casa, a turma de Belém chegou ao quarto de hora da partida na frente do marcador, 9-8, forçando o treinador sueco à primeira paragem no encontro.

Como já é habitual, o técnico portista aproveitou a paragem para rodar o plantel, o que se traduziu numa boa aposta, sendo que a partir do momento em que Alfredo Quintana entrou em campo, por troca com Thomas Bauer, o FC Porto assumiu totalmente as rédeas da partida. Atente-se que os azuis brancos a partir daqui não só passaram para a frente do marcador como consumaram um parcial de 3-9, recolhendo ao balneário a ganhar por 12-17.

Já na segunda metade e, à imagem do que sucedera na primeira, a turma azul e branca voltou a entrar algo atípica no encontro, permitindo uma aproximação no marcador, 15-18, quando estavam decorridos os primeiros cinco minutos.

Para azar da equipa da casa, Alfredo Quintana estava endiabrado e não permitiu que aproximação fosse além dos 3 golos, defendendo consecutivamente dois livres de sete metros. Defesas que acabaram por culminar em nova vantagem de cinco golos aos 12 minutos, sendo que, aos 13’, foi alargada para seis.

Diferença que acabou por se alterar só nos últimos cinco minutos, numa altura em que o FC Porto através de sucessivos roubos de bola e contra-ataques, dilatou ainda mais a vantagem, fixando o resultado final em 27-34.

Equipas 

CF Os Belenenses: Diogo Valério, Bruno Moreira, Rui Barreto, Pedro Sequeira, André Alves, Pedro Solha,  Gonçalo Nogueira, Roney Franzini, Diogo Domingos, Nuno Roque, Fábio Semedo, João Ferreira, Pedro Loureiro, João Marques, Nelson Pina, Tiago Ferro.

FC PORTO: Alfredo Bravo, Victor Alvarez, Miguel Martins, Djibril Mbengue, Angel Zulueta, Rui Silva, Daymaro Salina, Ruben Ribeiro, Leonel Fernandes, Alexis Borges, Diogo Branquinho, Thomas Bauer, António Areia, André Gomes, Miguel Alves, Fábio Magalhães.

Foto De Capa: Os Belenenses

Anterior1 de 3Próximo

Comentários