Cabeçalho modalidades

O jogo desta quinta-feira iniciou-se com um minuto de silêncio em honra das vítimas dos incêndios do fim-de-semana. Tal como a Federação e todos os redatores do BnR encontro-me extremamente solidário perante a situação. O publico cumpriu e o jogo que muitos esperavam começou.

O primeiro golo da partida surgiu no decorrer do quarto minuto da partida e foi marcado por Frankis Carol. Tal como se espera nos derbys o equilíbrio foi predominante e os empates sucederam-se. No entanto, com o apoio do público da casa, o SL Benfica, depois dos dez minutos iniciais, passou para a frente do marcador, comandados por Pedro Seabra. Esta vantagem mínima da equipa casa acordou os Campeões Nacionais que, com um parcial de 0-3, passaram para a frente do marcador (5-7). Os comandados de Hugo Canela geriram o jogo e a equipa da casa teve de arriscar mais. O Sporting CP aproveitou os erros cometidos nessa altura para contra-atacar e até aumentar a vantagem (7-10).

Entrámos assim numa altura decisiva da partida: se a equipa de Carlos Resende se deixa ir abaixo emocionalmente, o Sporting certamente iria conseguir gerir o jogo e partir para uma vitória relativamente fácil. Ora, foi precisamente o contrário que aconteceu. As águias reagiram e empataram a partida (10-10). O resultado ao intervalo era 11-12.

Davide Carvalho fez uma grande exibição, marcando oito golos Fonte: SL Benfica
Davide Carvalho fez uma grande exibição, marcando oito golos
Fonte: SL Benfica

O recomeço da segunda parte foi muito intenso e dinâmico, com ambas as equipas a tentarem marcar uma posição forte para o resto do jogo. Os empates e o equilíbrio voltaram a dominar a partida. Tal como na primeira parte, por volta dos dez minutos, o SL Benfica assumiu a liderança, tendo-a perdido nos momentos seguintes novamente (16-17). O resultado final era imprevisível, tal como se pretende num jogo de Andebol.

Anúncio Publicitário

Chegaram, então, os dez minutos finais. E com eles Matej Asanin. Se no jogo do Sporting com o Montpellier tinha havido um jogo pré-Cudic e pós-Cudic hoje Asanin foi decisivo, fechando a baliza e fazendo com que a sua equipa conquistasse uma vantagem de quatro golos. A partir desse momento a experiência leonina foi suficiente e o resultado final foi 24-27.