cab andebol

O Sporting conheceu esta terça-feira o seu adversário na Taça EHF, uma espécie de Liga Europa de Andebol. Os húngaros do Pick Szeged, que já tinham eliminado o Benfica nesta edição da Taça EHF, defrontam o Sporting no fim de semana de 19/20 de Abril, em Mafra. Uma semana depois, os Leões deslocam-se à Hungria para a segunda mão do encontro.

Prevê-se uma tarefa difícil para a equipa orientada por Frederico Santos, única representante de Portugal ainda em competição na Taça EHF. Os Húngaros são segundos classificados no campeonato local, com os mesmos pontos do primeiro classificado e têm na sua velocidade de contra ataque um dos seus pontos fortes. De relembrar que o Sporting está em 3º lugar na segunda fase do Campeonato Nacional de Seniores, com menos dois pontos que os bracarenses do ABC e que o FC Porto, ambos com 40 pontos, depois de na primeira fase ter terminado em primeiro lugar, com mais dois pontos do que os adversários mais diretos SL Benfica e FC Porto.

Anúncio Publicitário

O Sporting têm sido uma equipa consistente ao longo desta época, tendo sido, inclusivamente o clube com o melhor ataque na fase de grupos da Taça EHF. Com uma média de 32,5 golos por partida, uma média ótima para qualquer equipa, o Sporting, marcou 195 golos nesta fase da competição. Para este feito muito contribuíram as prestações de Pedro Portela e Pedro Soalha, jogadores de elevada capacidade técnica, que marcaram 48 e 38 golos respectivamente.

Em declarações ao site do clube, o treinador dos leões, Frederico Santos confirma que se espera uma eliminatória difícil: “O sorteio ditou esta equipa húngara e vamos fazer o nosso melhor, pois temos a consciência de que serão dois jogos muito difíceis, tanto para nós, como para eles”, diz.

Frederico Santos relembra que os Húngaros já eliminaram o Benfica este ano, no entanto relembra que, “tanto quando se lembra, não foi uma eliminatória fácil para a equipa do Pick Szeged.”

O treinador do Sporting espera ter o apoio dos adeptos nesta fase, que considera “fundamental para o sucesso da equipa”. Afirmando que “Sem o apoio das claques, sócios e simpatizantes, não será possível o Sporting superar esta fase da Taça EHF”.

Caso consiga ultrapassar mais esta fase, o Sporting fica apurado para a Final Four onde já se encontra o Füchse Berlin, país organizador da fase final da Taça EHF deste ano.