A décima edição da Diamond League arranca esta sexta-feira em Doha, o mesmo palco que receberá os Mundiais lá mais para o final do ano. 

Ainda com a notícia fresca da decisão do TAS favorável à nova regulamentação de limitação de testosterona no refere a determinadas provas no feminino, a prova de 800 metros não contará com a sul-africana, que já não estava nas listas anteriormente. No entanto, tanto Francine Nyonsaba quanto Margaret Wambui estão (não confirmado no caso de Wambui) na mesma situação de Semenya e estão nas listas dos 800 metros, podendo ainda participar com os atuais níveis hormonais, uma vez que apenas a partir da próxima quarta-feira tal começará a ser analisado. Essa prova poderá ser interessante com a participação de Ajee Wilson, Habitam Alemu, Natoya Goule, Raevyn Rogers ou Lynsey Sharp (no meio da polémica também por um dia ter-se mostrado favorável a uma legislação para casos como o de Semenya). 

Anúncio Publicitário

No entanto, neste artigo iremos destacar dez outras provas do primeiro meeting da mais importante competição anual de Atletismo a nível mundial.

UPDATE: Caster Semenya foi colocada nas listas para a prova de Doha hoje mesmo. Sem a regulamentação ainda em vigor, iremos assistir a uma tentativa de recorde mundial?