Por cá, o Comprimento tem também sido um dos motivos de destaque, mas mais no feminino! Evelise Veiga domina as atenções a nível nacional e no mês passado foi a Birmingham saltar 6.54 metros, naquele que é um novo recorde nacional sub-23, ultrapassando os 6.52 de Teresa Vaz Carvalho que era a marca recorde desde 2004 (quando ainda tinha 19 anos e como tal se mantém como recorde júnior). Com esse salto, Evelise tornou-se a segunda portuguesa da história a saltar mais longe, ficando Teresa Vaz Carvalho, para já, na terceira posição do ranking absoluto.

Evelise Veiga domina as atenções a nível nacional em 2018
Fonte: Sporting CP

O próximo objectivo para Evelise Veiga passará pelos mínimos para os Europeus que se situam nos 6.60 metros. Já Teresa Carvalho encontra-se a recuperar de lesão contraída nos Great City Games de Manchester. 

No masculino, o ano está a ser marcado pela ausência de Marcos Chuva. O atleta que tem sido o grande destaque nacional desde 2010 – e que já esteve a apenas dois centímetros do recorde nacional – encontra-se sem competir devido a questões administrativas que parecem não ter resolução, sendo que o próprio acaba por ser o único a pagar por algo que lhe ultrapassa. Ivo Tavares e Miguel Marques dominam para já as atenções nacionais, com Ivo Tavares a ter saltado já a apenas 5 cm do seu recorde pessoal. Em Pista Coberta, destaque para a marca de Miguel Marques – 7.68 – que voltou a ultrapassar o seu melhor ao ar livre. 

Os 8.34 de Marcos Chuva a 2 centímetros do Recorde Nacional de Carlos Calado.

Anúncio Publicitário

Foto de Capa: IAAF

1
2
3
4
Artigo anteriorAs 5 maiores desilusões da 1.ª Jornada do Mundial 2018
Próximo artigoNova época com reforço na ambição
O Pedro é um amante de desporto em geral, passando muito do seu tempo observando desportos tão variados, como futebol, ténis, basquetebol ou desportos de combate. É no entanto no Atletismo que tem a sua paixão maior, muito devido ao facto de ser um desporto bastante simples na aparência, mas bastante complexo na busca pela perfeição, sendo que um milésimo de segundo ou um centimetro faz toda a diferença no final. É administador da página Planeta do Atletismo, que tem como principal objectivo dar a conhecer mais do Atletismo Mundial a todos os seus fãs de língua portuguesa e, principalmente, cativar mais adeptos para a modalidade.                                                                                                                                                 O Pedro escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.