Karl-Anthony Towns: Do Paraíso ao Inferno | NBA

    modalidades cabeçalho

    Em 2023/24, os Timberwolves asseguraram um lugar nas finais da Conferência Oeste pela primeira vez em duas décadas. Impulsionados pela excelência de Anthony Edwards e Rudy Gobert ao longo da época regular, o conjunto de Minnesota posicionou-se como um dos grande favoritos a conquistar o título, com um total de 56 triunfos e um dos melhores registos defensivos da NBA.

    Contudo, após exibições de grnade nível nos embates com Kevin Durant e Nikola Jokić, a formação da cidade de Minneapolis foi incapaz de conter Luka Dončić e Kyrie Irving, ficando a um passo de uma inédita final da NBA. Um sentimento amargo permanecerá durante um verão de grande decisões para a organização, com um jogador em destaque pelos piores motivos.

    Craque Faz Soar os Alarmes

    Karl-Anthony Towns tem sido a principal referência dos Timberwolves desde que foi selecionado na primeira posição do Draft de 2015. O atleta da República Dominicana transformou-se num dos jogadores mais eficazes da linha de três pontos, arrecadando o prémio de “Rookie of the Year”, em 2016, juntamente com quatro aparições no “Jogo das Estrelas”, a mais recente já em 2024.

    Apesar de, atualmente, desempenhar um papel secundário no processo ofensivo da equipa,

    o poste de 28 anos registou alguns dos melhores números da sua carreira. Com médias de 21.8 pontos por jogo, 8.3 ressaltos e 3.0 assistências, Towns foi o complemento ideal para a ascensão meteórica de Anthony Edwards na presente temporada, aliado à presença de Rudy Gobert nos momentos defensivos.

    Nos playoffs, ‘KAT’ foi o principal defensor de Nikola Jokić quando os Timberwolves surpreenderam o atual MVP da NBA e impediram os Denver Nuggets de revalidar o seu troféu. Simultaneamente, o camisola 32 foi absolutamente fundamental para manter o ataque de Minnesota ameaçador contra alguns dos plantéis mais prestigiados da liga.

    Ainda assim, Towns encontra-se agora numa posição bastante fragilizada, resultante das suas prestações que conduziram, diretamente, à eliminação da franquia orientada por Chris Finch. Em duelo constante com PJ Washington, o All-Star revelou dificuldades preocupantes em garantir ressaltos ofensivos, concretizando, somente, 33 de 87 lançamentos de campo.

    De recordar que Towns assinou uma extensão de contrato de quatro anos, no valor de 221 milhões de dólares. Aliás, na época 2024/25, o atleta irá receber 49,3 milhões de dólares, contribuindo para os 186 milhões de dóleres que a organização já investiu.

    Ao todo, os Timberwolves de 2024/25 serão uma das equipas mais caras da história da NBA. Tal cenário, aliado aos fracos desempenhos diante dos Mavericks, podem colocar o jogador na porta de saída da organização, com várias equipas à procura de reforços no mercado.

    Rumores de Trocas

    Jaden McDaniels, Naz Reid e Mike Conley são peças fundamentais na estrutura dos Timberwolves. Já Gobert destaca-se numa equipa projetada para vencer através da defesa, enquanto Edwards é, indiscutivelmente, a grande estrela da franquia. Portanto, caso o emblema de Minneapolis esteja disposto a negociar, Towns corre o risco de rumar a outras paragens.

    O gigante de 2.13mpode, inclusive, servir como moeda de troca num negócio por jogadores mais jovens e com outras características ofensivas.  Consequentemente, nomes como Trae Young, Brandon Ingram e Zach LaVine podem, brevemente, entrar na órbita dos Timberwolves.

    Por outro lado, existe a possibilidade de Minnesota iniciar conversações com os Knicks e trocar Karl-Anthony Towns por Julius Randle e Bojan Bogdanovic, juntamente com algumas escolhas de Draft. De facto, há muito tempo que o atleta integra a lista de preferências de Tom Thibodeau, embora craques como Donavan Mitchell e Mikal Bridges permaneçam associados à cidade de Nova Iorque.

    Por fim, uma troca centrada em Luguentz Dort oferece uma oportunidade única para Towns e os Timberwolves, já que os Thunder têm espaço para absorver mais um salário considerável. Ainda assim, a equipa de Oklahoma tem as suas próprias questões financeiras a longo prazo, restando apenas dois anoas até que os jovens Chet Holmgren e Jalen Williams estejam elegíveis para assinar o contrato máximo.

    Um Prodígio a Observar

    Para além de todo o debate em torno de Karl-Anthony Towns, os Timberwolves apresentam outras posições que necessitam de resolução imediata. Face à possibilidade de Monte Morris e Jordan McLaughlin saírem do plantel a custo zero, Chris Finch já está no mercado à procura de um base suplente e Davion Mitchell pode ser o candidato ideal para preencher a vaga.

    Antigo companheiro de Neemias Queta nos Sacramento Kings, Mitchell também chegaria a Minnesota como o provável sucessor de Mike Conley, apresentando-se como um defensor dominante e um bom distribuidor. Com apenas três temporadas na NBA, o jovem de 25 anos seria uma aposta para o futuro da organização.

    - Advertisement -

    Subscreve!

    PUB

    spot_img

    Artigos Populares

    Alberto Moreno confirmado como reforço do Como

    Alberto Moreno é reforço para o Como de Cesc...

    Marin Pongracic é reforço confirmado pela Fiorentina

    A Fiorentina confirmou a contratação de Marin Pongracic. O...

    AVS SAD confirma contratação de Cristian Devenish

    Cristian Devenish é reforço confirmado pelo AVS SAD. O...
    Diogo Valente Vieira
    Diogo Valente Vieirahttp://www.bolanarede.pt
    Estudante na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, da Universidade Nova de Lisboa. Procura realizar um percurso profissional dedicado sobretudo ao desporto nacional e internacional, através do jornalismo. O seu objetivo principal é tornar o jornalismo desportivo em Portugal o mais imparcial e prático possível, apresentando ao mesmo tempo uma personalidade com a qual a audiência possa identificar-se. Tem como interesses de destaque o futebol, o basquetebol e o wrestling.