Os Boston Celtics são uma das principais equipas da NBA, da modalidade e de todos os desportos. A par dos rivais Los Angeles Lakers, são as equipas com mais campeonatos (17). Aconteça o que acontecer no futuro, os Boston Celtics vão ser para sempre uma das equipas que marcou a liga norte-americana de basquetebol.

Os Boston Celtics foram criados em 1946 e nunca saíram da cidade natal nem mudaram de nome. O maior basquetebolista da história do clube foi Bill Russell, ganhou onze campeonatos e foi MVP em cinco ocasiões. E não foi só como jogador que ganhou títulos pelos Celtics, como o treinador conquistou o campeonato em duas ocasiões e foi o primeiro treinador principal afro-americano da história da NBA.

Anúncio Publicitário

Nessa altura, Russell treinou uma outra lenda dos Celtics: Larry Bird. Fez toda a sua carreira em Boston, conquistou 2 campeonatos, foi eleito como o melhor da época regular em 3 ocasiões e duas vezes como o melhor das finais.

Nos últimos anos, há um trio que marcou os Celtics: Paul Pierce, Ray Allen e Kevin Garnett. Apesar de atualmente Pierce ter cortado a amizade com Allen após este ter saído para os Miami Heat, são um trio que continua a ser muito importante para Boston, por terem feito parte da última equipa a conquistar a NBA, em 2008. Os Celtics já não conquistam o campeonato há mais de 12 anos e não participam nas finais do campeonato desde 2010.

Na última época, os Celtics ficaram em sétimo e foram eliminados na primeira ronda, em 5 jogos, pelos Brooklyn Nets. No passado, os Nets tinham feito um negócio bastante prejudicada para a franchise em 2013, quando receberam Garnett e Pierce e trocaram muitas picks. Com essas picks e de outros clubes, os Celtics escolheram basquetebolistas como Jayson Tatum e Jaylen Brown, as atuais estrelas da equipa.

Jayson Tatum, com 23 anos, é o principal jogador dos Celtics. Desde que foi escolhido pelos Boston, em 2017, Tatum tornou-se no mais jovem jogador de sempre da equipa que joga no TD Garden a participar no NBA All-Star, em 2020.

Jayson Tatum conseguiu agarrar  no lugar após a saída de Kyrie Irving e desde então só tem uma missão: voltar a levar os Celtics ao topo. Na última época, Tatum realizou grandes jogos e noite após noite, fazia excelentes números: tinha uma média de 26.4 pontos por jogo, 7.4 ressaltos por jogo e 4.3 assistências por jogo. Foram os melhores números da ainda curta carreira de Tatum.

Jaylen Brown é o outro basquetebolista com bastante protagonismo na atual equipa. Após ter sido a terceira escolha do Draft de 2016, Brown teve uma primeira época com poucos minutos (17.2 minutos por jogo), mas, apesar do habitual primeiro ano mais difícil para os basquetebolistas, Brown continuou a progredir como jogador e conquistou, este ano, a sua primeira seleção para o NBA All-Star.

Na última época, Brown aumentou muito o rendimento e, tal como Tatum, fez os melhores números da carreira: 24.7 pontos por jogo, 6 ressaltos por jogo, 3.4 assistências por jogo e 1.2 roubos de bola por jogo. É uma das peças fundamentais dos Celtics, faz parte do presente e, se não houver nenhuma troca nos próximos anos, vai fazer parte do futuro da franchise.

Outro jogador que também é bastante importante na equipa é Marcus Smart. Um dos melhores defesas da liga e não há dúvidas de que vai fazer parte da equipa que vai representar os Celtics nos próximos anos, depois de ter assinado um contrato de 4 anos no último mês. Nas últimas duas épocas, Smart fez parte da All-Defensive First Team, ou seja o melhor defensor na sua posição. Apesar de não ter os mesmo números que Tatum e Brown, é um jogador bastante valioso para a equipa, especialmente na parte defensiva.

Fora estes três jogadores, também há vários jogadores com papéis importantes nos atuais Celtics, como Josh Richardson, Dennis Schröder, Enes Kanter, Al-Horford, Grant Williams, entre outros. Os dois primeiros vão jogar pela primeira vez em Boston na nova época. Da última temporada, saíram alguns jogadores importantes: Kemba Walker, Evan Fournier e Tristan Thompson.

Não é só dentro do campo onde houve mudanças. Brad Stevens era o treinador dos Celtics desde 2013 e esteve presente em vários momentos memoráveis, tanto os bons como os maus. Na próxima época, Stevens vai ocupar um cargo diferente nos Celtics: vai ser o General Manager, após a reforma de Danny Ainge. Um dos antigos treinadores assistentes dos Brooklyn Nets, Ime Udoka, vai ser o treinador dos Celtics na próxima época, vai ser a sua primeira experiência como treinador principal.

Vai ser complicado para os Celtics voltarem a ser campeões num futuro próximo, mas não é impossível. Afinal, como Paul Pierce disse na festa do último campeonato: “Tudo é possível!” Se voltarem a encontrar o trevo de 4 folhas, o futuro vai ser risonho para os fãs dos Boston Celtics.

Foto de Capa: NBA

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome