Anterior1 de 4Próximo

Zaire Wade é um dos jogadores de High School com o maior “círculo” mediático dos últimos anos. Não só porque jogou a sua última temporada na Sierra Canyon ao lado de Lebron James JR, como também pelo seu notório último nome, que motivou sempre uma dezena de câmaras atrás dele. Transportar o nome Wade nas costas não é fácil.

Dwyane Wade foi um dos jogadores mais impactantes da NBA, sendo que, para além da enorme popularidade que acarretou entre todos os fãs do basquetebol, conquistou uma série de títulos individuais e coletivos. O legado que construiu na liga norte-americana, mais em específico, em Miami, ficará para sempre lembrado.

Dwyane, entre todas as conquistas coletivas e individuais, as que mais enfatizaram a sua importância na NBA foram as seguintes: 12 presenças no jogo «All Star», melhor marcador da época 2008/2009, quinto jogador mais jovem na história da NBA a ganhar um MVP de finais (anotando a terceira maior média de pontos por um jogador, na estreia em finais com 34.7 pontos por jogo) e por fim e não menos importante, Wade foi um dos principais jogadores da era dos «Big Three» dos Miami Heat.

Em suma, Wade foi uma lenda e um dos melhores «shooting guards» que a NBA já viu, ao passo que, a partir do momento em que o seu filho pegou numa bola de basquetebol, a pressão e o peso de carregar o nome Wade nas costas automatizou-se em Zaire.

Anterior1 de 4Próximo

Comentários