Anterior1 de 2

A prova francesa, Paris-Nice, foi conquistada pelo alemão Maximilian Schachmann pelo segundo ano consecutivo. Primoz Roglic perdeu a liderança da prova no último dia, de forma dramática.

A competição começou com uma etapa destinada para os sprinters. O irlandês Sam Bennett chegou, viu e venceu, batendo Arnaud Démare e Mads Pedersen no sprint final. O australiano Richie Porte acabou por cair e abandonou a competição ao primeiro dia. Ele que já havia vencido a prova em 2013 e 2015.

Ao segundo dia, o holandês Cees Bol acabou por vencer, depois de uma queda que obstruiu a estrada no último quilómetro, impossibilitando muitos ciclistas de estar na luta da etapa. O sprinter holandês já não vencia desde o triunfo na etapa 3 da Volta ao Algarve do ano passado. Mads Pedersen beneficiou de um bom trabalho da sua equipa, mas acabou na segunda posição, enquanto que Michael Matthews terminou no terceiro posto.

No dia seguinte, houve um contrarrelógio de 14,4 quilómetros, conquistado pelo jovem suíço Stefen Bissegger. Foi a primeira vitória no WorldTour do ciclista da EF Education-Nippo, que também passou a vestir a camisola de líder. A luta pelo melhor tempo foi forte, visto que o suíço terminou, praticamente, com o mesmo tempo de Rémi Cavagna, com 17m34s, sendo decidido apenas nos centésimos de segundo. Roglic teve o melhor tempo dos homens da geral, acabando na terceira posição, gastando 6 segundos a mais.

Anúncio Publicitário

A quarta etapa marcava a primeira chegada em alto, resultando numa vitória fácil para Roglic. A equipa controlou a etapa e Roglic, quando bem quis, acabou por sair do grupo principal, nos últimos cinco quilómetros. O esloveno vencia a etapa e passava para primeiro da geral. Schachmann acabava a etapa em segundo lugar, a 12 segundos, com Guillaume Martin, Tiesj Benoot, Vlasov e Lucas Hamilton na sua roda. Na geral, Roglic tinha 35 segundos de vantagem sobre Schachmann, e 37 segundos para Mcnulty.

O quinto dia terminou com nova vitória para Sam Bennett. Um lançamento fenomenal de Michael Morkov facilitou o trabalho do irlandês, que finalizou com excelência. Nacer Bouhanni terminava em segundo, e Ackermann no terceiro posto. Assistimos a um grande arranque de temporada de Bennett, com duas vitórias no UAE Tour e mais dois triunfos no Paris-Nice. A concorrência em ambas as provas era bastante forte, mas Bennett mostrou-se sempre um nível acima.

Foto de Capa: Bora-Hansgrohe

Anterior1 de 2

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome