Anúncio Publicitário

A segunda etapa da Volta ao Algarve foi o primeiro grande teste aos ciclistas, que teriam de subir ao ponto mais alto do Algarve, a Fóia. Num percurso com 187,4 km que terminou com uma subida bastante dura, o vento não foi grande ajuda. 

Logo à partida, não alinharam Luís Mendonça (Rádio Popular – Boavista) e Aleksandr Grigorev (Sporting/Tavira) como consequência da queda do dia anterior.

Anúncio Publicitário

Esta etapa de montanha ficou marcada pelas várias tentativas de fuga nos últimos 40Km. Nas primeiras rampas da Pomba, Riccardo Zoidl (CCC Team) e Amaro Antunes (CCC Team) iniciaram uma fuga conjunta. 

Amaro Antunes da CCC Team esteve durante vários quilómetros na frente da corrida. Viria a terminar na quinta posição
Fonte: Ana Rita Nunes

Perto de chegar ao alto da Pomba Domingos Gonçalves (Caja Rural – Seguros RGA), João Benta (Rádio Popular – Boavista), Raúl Alarcón e João Rodrigues (W52 – FC Porto) faziam parte do grupo perseguidor.

A 16 km da meta, depois de um grande trabalho da Team SKY e da Deceuninck Quick-Step, todos os fugitivos foram apanhados pelo pelotão.

A equipa da SKY na liderança d pelotão no início da subida para o Alto da Fóia
Fonte: Ana Rita Nunes
Anúncio Publicitário