Dimension Data

Fonte: Team Dimension Data/Stiehl Photography

Uma das equipas (se não mesmo a) mais modestas do World Tour, o conjunto africano estará em procura de conseguir um triunfo de etapa, objetivo que tem conseguido concretizar nas últimas participações.

Para isso, a melhor aposta é sempre Mark Cavendish, o sprinter britânico que conta com 30 etapas do Tour e uma camisola verde no palmarés. O antigo campeão do mundo tem tido um ano difícil com várias lesões e, depois de ter sido forçado a desistir da edição de 2017, quererá transformar essas dificuldades em vitórias que o ajudem a aproximar-se do recorde de vitórias de etapa de Eddy Merckx. No entanto, ao contrário de outros anos, já não parte como favorito para os sprints e o seu comboio, apesar de capaz, também começa a mostrar sinais de envelhecimento.

Assim, a disposição da equipa é de comprometimento com o comboio do míssil de Manx, onde Julien Vermote e Mark Renshaw serão fundamentais, mas há também lugar a outras ambições. Edvald Boasson Hagen já ganhou três etapas no Tour e deverá ter alguma liberdade para tentar aumentar esse número, enquanto Tom-Jelte Slagter deverá ser aposta para as jornadas mais duras.

Equipa: Mark Cavendish, Edvald Boasson Hagen, Julien Vermote, Mark Renshaw, Reinardt Janse van Rensburg, Serge Pauwels, Tom-Jelte Slagter, Jay Thompson

Comentários