Depois das clássicas, a primeira prova por etapas do Women’s World Tour será na China e com um percurso bastante simples.  

Serão três dias completamente planos em que as bonificações nos finais de etapa e nas metas volantes (duas cada nas primeiras jornadas e três na final) serão fulcrais para a decisão da vencedora da corrida.

Na edição de 2018, Charlotte Becker aproveitou uma fuga bem-sucedida para surpreender as sprinters e levar de vencida a Geral.

Para este ano, a principal favorita é, claramente, Lorena Wiebes. A sprinter da Parkhotel Valkenburg está em ano de afirmação e ainda há poucos dias triunfou de forma autoritária na jornada inaugural do Tour de Yorkshire.

As suas grandes rivais serão a belga Lotte Kopecky e o coletivo da Mitchelton-Scott, que além da sprinter Sarah Roy conta ainda com ciclistas que podem tentar lançar-se ao ataque, com especial destaque para Grace Brown.

Ainda no campo das velocistas, as irmãs Garner têm aqui uma oportunidade de se mostrar num nível superior ao que habitualmente competem, enquanto Tatsiana Sharakova também é um nome a ter em conta.

Para eventuais ofensivas, Olga Zabelinskaya e Anastasiia Chursina são os principais nomes a reter, mas não será de descontar a segunda classificada de 2018, Shannon Malseed.

A portuguesa Daniela Reis está também presente na China, integrando uma Doltcini – Van Eyck onde, como é usual, a aposta deverá ser a presença nos movimentos de ataque que venham a acontecer.

Entre as participantes, destaque ainda para a jovem Lea Lin Teutenberg, sobrinha da recordista de vitórias na prova, Ina-Yoko (vencedora numa altura em que a prova era de um só dia).

Favoritas

*** Lorena Wiebes, Sarah Roy

** Lotte Kopecky, Olga Zabelinskaya

* Anastasiia Chursina, Shannon Malseed

Foto de Capa: Cylance Pro Cycling

Comentários