Numa primeira parte que começou lenta e com pouco intensidade, foi a equipa da AEIST que assumiu as rédeas da partida e que chegou primeiro à vantagem. Numa jogada estudada de pontapé de canto, a bola foi parar ao segundo poste e foi enviada para a pequena área, onde apareceu Zé Lopes a abrir as hostilidades na partida.

Os homens da Alameda não tiraram o pé do acelerador e aumentaram a vantagem no marcador através de um autogolo infantil, precedido, também, de um pontapé de canto. Já no último minuto do primeiro tempo, Tiago Nascimento, aproveitando uma grande penalidade, reduziu a desvantagem para a equipa da AEFML.

Anúncio Publicitário
Medicina mostrou ter argumentos, mas o Técnico somou mais uma vitória
Foto: Inês Catarino/ADESL

A segunda parte, tal como a primeira, começou de forma lenta, mas a intensidade aumentou logo com o primeiro golo. Tiago Gameiro restabeleceu a igualdade na partida, e, logo de seguida, Leston voltou a dar a vantagem aos homens de azul e branco. Quando se esperava o golo do empate, António Clemente aumentou a vantagem para os engenheiros e fez o 4-2 na partida. Porém, o melhor ficou mesmo para o fim: Gonçalo Falcão fez magia ao bater um livre de longa distância, não dando hipóteses ao guardião adversário.

Foi a última jornada antes da pausa letiva na Primeira Divisão dos Campeonatos Universitários de Lisboa. Consulta AQUI a classificação até ao momento. Os quatro primeiros classificados seguem para a fase final. O primeiro joga contra o quarto e o segundo frente ao terceiro. Os vencedores desses dois jogos qualificam-se para as finais nacionais e discutem o título lisboeta.

Jogo completo:

Foto de Capa: Inês Catarino/ADESL