ÚLTIMA HORA:

Esqui

Em plano de ausências, foram as «segundas linhas» a festejar | Esqui Alpino

O “circo branco”, Taça do Mundo de Esqui Alpino, cumpriu, neste fim de semana, a segunda etapa de 37 que farão parte do calendário de competições para a temporada 2021/22.

O palco para este evento de Slalom Gigante paralelo individual, a ser disputado por ambos os géneros em dias consecutivos, foi a estância de Lech/Zuers, na zona da alta Áustria. Aliás, destaque-se que a mesma, juntamente com as estâncias de St. Anton, St. Christoph e Stuben, formam o sétimo maior domínio esquiável do mundo, totalizando 302 quilómetros de pistas.

Antes de passarmos à ação dentro da pista, referir que esta seria a única competição de Esqui Alpino no formato a constar no rol de eventos da presente temporada, bem como é merecedora de realce a atitude do antigo Downhiller helvético, Urs Lehmann, aos dias de hoje Presidente da Federação Suíça de Esqui Alpino, que dias antes havia proferido declarações bastante duras para com a Federação Internacional. Tudo porque o mesmo não só confessou discordar do formato dos eventos paralelos, como exprimiu o seu desagrado pelo facto de a mítica vertente de combinado alpino, que esteve nas origens da competição ao mais alto nível, ter desaparecido de cena.

Resultado? Os principais atletas do país dos relógios não se apresentaram na estância austríaca, aproveitando para treinar tendo em vista o início das disciplinas de velocidade. Deste modo, e ainda que com imensas polémicas à mistura, lá principiavam os eventos no traçado austríaco.

Componente 5 – 1 (1)

O Diogo tem 23 anos e é licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade Lusófona do Porto. É desde cedo que descobre a sua vocação para opinar e relatar tudo o que se relaciona com o mundo do desporto. Foram muitas horas a ouvir as emissões desportivas na rádio e serões em família a comentar os últimos acontecimentos/eventos desportivos.Sonha poder um dia realizar comentário desportivo e ser uma lufada de ar fresco no jornalismo. Proatividade, curiosidade e espírito crítico são caraterísticas que o definem pessoal e profissionalmente.                                                                                                                                                 O Diogo escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

O Diogo tem 23 anos e é licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade Lusófona do Porto. É desde cedo que descobre a sua vocação para opinar e relatar tudo o que se relaciona com o mundo do desporto. Foram muitas horas a ouvir as emissões desportivas na rádio e serões em família a comentar os últimos acontecimentos/eventos desportivos.Sonha poder um dia realizar comentário desportivo e ser uma lufada de ar fresco no jornalismo. Proatividade, curiosidade e espírito crítico são caraterísticas que o definem pessoal e profissionalmente.                                                                                                                                                 O Diogo escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA

  • 00DIAS
  • 00HORAS
  • 00MINUTOS
  • 00SEGUNDOS
FC PORTO x ESTORIL PRAIA
SPORTING CP x SANTA CLARA
PAÇOS FERREIRA x SL BENFICA