logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Sol durante dois dias. Pisos secos, imagens excelentes do helicóptero. Vão ver as imagens das Sete Cidades no Eurosport, magnífico!

https://www.facebook.com/FiaEuropeanRallyChampionship/videos/1337373519749353/

Terceiro e último dia de Azores Rallye tudo mudou. Chuva e nevoeiro sobre as especiais de Tronqueira, Graminhais e Vila Franca/São Brás tornaram o difícil quase impossível. Mas os pilotos que restavam lá foram passando. 

Alexey Lukyanuk vinha de dois dias completamente tranquilos. O russo liderava a seu belo prazer na estreia do seu novo carro, o Citroen C3 R5 da Saintoléc Racing. Mas tudo mudou na segunda passagem por Graminhais. O russo furou e não trocou a roda. Chegou à tronqueira e, na primeira curva, capotou… Quem aproveitou foi Lucasz Habaj que assim venceu à geral. Chris Ingram também aproveitou e saltou para o pódio. O melhor dos portugueses foi Ricardo Moura, que acabou em segundo lugar, com 8,4s de diferença para Habaj. 

Bruno Magalhães continua a sua adaptação ao novo carro
Fonte: Team Hyundai Portugal

No Campeonato Portugal de Ralis já se sabe que a vitória foi de Ricardo Moura. Mas a luta foi extremamente interessante entre Bruno Magalhães e Ricardo Teodósio pelas duas posições restantes do pódio. Ricardo Teodósio teve problemas no primeiro dia quando na primeira especial deu um pequeno toque. No segundo, teve de abrir a estrada. No terceiro, o mesmo aconteceu, mas, com as condições climatéricas extremas que se fizeram sentir, Teodósio ainda conseguiu recuperar, mas não chegou a Bruno Magalhães que acabou na segunda posição. Bruno continua a sua adaptação ao Hyundai i20 R5 do Team Hyundai Portugal.

Foto de Capa: FIA ERC

Artigo revisto por: Rita Asseiceiro

Foi a ver o SATA Rally Açores que começou a paixão. A partir daí, tudo o que tenha rodas e um motor, o David é adepto! Da terra ao alcatrão, quase nada escapa.                                                                                                                                                 O David escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Foi a ver o SATA Rally Açores que começou a paixão. A partir daí, tudo o que tenha rodas e um motor, o David é adepto! Da terra ao alcatrão, quase nada escapa.                                                                                                                                                 O David escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA