Anúncio Publicitário
Anterior1 de 4

A ANTEVISÃO: DE VOLTA AO «LOOSEY GOOSEY»

Bem-vindos, de novo, ao COTA (Circuito das Américas). Após uma pequena paragem em 2020, devido ao COVID, a Fórmula 1 está de volta com o Grande Prémio dos EUA, em Austin, no Texas.

E foi este sábado que Max Verstappen conquistou a sua 12.ª pole position da carreira, onde bateu o heptacampeão Lewis Hamilton (Mercedes) por apenas dois décimos. Sim, viu bem, dois décimos.

Anúncio Publicitário

Mas, antes disso, comecemos então pela carga de penalizações que teremos que analisar durante este fim-de-semana. Fernando Alonso (Alpine), George Russell (Williams) e Sebastian Vettel (Aston Martin) irão começar do fundo da grelha de partida devido à alteração de componentes nas respetivas unidades motrizes. Valtteri Bottas (Mercedes) tem uma penalização de cinco lugares, devido a uma nova ICE.

Sendo uma Qualificação geral marcada pelos inúmeros tempos eliminados pelos limites de pista, a primeira sessão de qualificação determinou os últimos cinco lugares para Lance Stroll (Aston Martin), Nicholas Latifi (Williams), Kimi Raikkonen (Alfa Romeo), e os Haas de Mick Schumacher e Nikita Mazepin, que, porventura, beneficiarão das penalizações descritas acima.

Na Q2, saída dos pilotos que irão cumprir com as penalizações. Sebastian Vettel (12.º lugar), Fernando Alonso (14.º lugar) e George Russell (DNF). Esteban Ocon consegue o 11.º posto e Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo) ocupa o 13.º melhor tempo da segunda sessão de qualificação.

A terceira sessão de qualificação ditou, como já mencionado, a pole position de Max Verstappen (Red Bull). Do outro lado da box, Sergio Pérez faz o terceiro melhor tempo da sessão.

Valtteri Bottas faz o quarto melhor tempo, mas irá partir apenas de nono, pelo que, assim, beneficiam Charles Leclerc (Ferrari), Carlos Sainz (Ferrari), Daniel Ricciardo (McLaren), Lando Norris (McLaren), e Pierre Gasly (AlphaTauri). Yuki Tsunoda termina o top 10.

Concluindo, a luta entre os Red Bull e a Mercedes continuam, e com apenas dois pontos de distância entre Max Verstappen e Lewis Hamilton, podemos dizer que isto está a aquecer, e bem.

Com tantas penalizações, e se tudo correr sem grandes circunstâncias de corrida, COTA parece ter tudo para proporcionar uma corrida com muitas lutas e ultrapassagens, e, claro está, perceber quem é que fica no topo da tabela no campeonato de pilotos.

Foto de Capa: Red Bull Racing

Anterior1 de 4

Anúncio Publicitário

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome