logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Vandoorne

Seoul E-Prix #2 | Vandoorne é campeão do mundo de Fórmula E na 100.ª corrida

modalidades cabeçalho

A CORRIDA: SEM CHUVA, MESMOS INCIDENTES

Edoardo Mortara foi o vencedor da segunda corrida na Coreia do Sul, redimindo-se da corrida de ontem, com Stoffel Vandoorne a terminar em segundo lugar e Jake Dennis em terceiro. Esta classificação deu o título de Campeão do Mundo ao piloto belga da Mercedes, que sucede assim ao seu companheiro de equipa.

Partindo da pole position para a corrida nº 100, António Félix da Costa conseguiu manter a liderança e, atrás dele, aconteceram vários toques entre carros na entrada para a primeira curva. A sua liderança também durou pouco, com o português a cair de primeiro para terceiro na última curva.

Para além de lidar com a perda de posições preciosas, sentiu-se pressionado por Stoffel Vandoorne, que se aproximava do português para o tentar ultrapassar.

Enquanto um Mercedes tentava chegar ao pódio e possível título, o outro acabaria por se retirar, provavelmente com algum dano devido ao incidente da primeira curva.

Com menos de 24 minutos mais uma volta para o fim da corrida, o Safety-Car foi chamado à pista, devido ao carro parado de Max Gunther, que deu um encosto ao muro e assim ficou. Para além de retirarem o Nissan, aproveitaram para retirar também o de Pascal Werhlein. Com quase 10 minutos de SC em pista, o tempo adicional para o final da corrida acabou por ser de seis minutos e 45 segundos.

Depois do reinício da corrida, Félix da Costa usou do Attack Mode e tentou a ultrapassagem ao Jake Dennis, mas o britânico acabaria por dar um toque no português, deixando-o cair até ao fim do pelotão. Esse toque valeu-lhe uma penalização de cinco segundos.

O título de campeão sorria para o belga, que andava em terceiro lugar e que tudo fazia para ganhar mais pontos ao seu rival Mitch Evans, que andava em sétimo lugar. Acabaria por terminar dentro do pódio, com a penalização a Dennis. Já Félix da Costa ainda conseguiu recuperar posições até à 10ª posição, com a penalização de Sette Câmara.

Stoffel Vandoorne foi campeão com apenas uma vitória este ano, no Mónaco, mas com oito pódios (Diryah, Roma, Mónaco, Berlim #1 & #2, Nova Iorque, Londres, Seoul). A Mercedes EQ tornou-se bicampeã, batendo a Venturi.

 

PILOTO DO DIA

Stoffel Vandoorne – Coroado finalmente campeão, manteve a calma e conseguiu chegar ao segundo andar do pódio. Não teve problemas e manteve-se longes dos mesmos, controlando o seu ritmo e ultrapassando quando devia.

 

DESILUSÃO DO DIA

Jake Dennis – Podia ter sido uma luta interessante que estaríamos a ver pelo segundo lugar, mas o britânico acabou por estragar essa luta atirando o seu oponente para trás no pelotão. Ainda acabou dentro do pódio, mesmo com a penalização.

Esta é a Ana Catarina. Apaixonou-se pela Fórmula 1 com 14 anos e a partir desse momento, descobriu o mundo do desporto motorizado. Graças a isso, seguiu o caminho do jornalismo até se licenciar em Jornalismo e Comunicação, na capital do Alto Alentejo.

Esta é a Ana Catarina. Apaixonou-se pela Fórmula 1 com 14 anos e a partir desse momento, descobriu o mundo do desporto motorizado. Graças a isso, seguiu o caminho do jornalismo até se licenciar em Jornalismo e Comunicação, na capital do Alto Alentejo.

FC PORTO vs CD TONDELA