Anterior1 de 3

A ANTEVISÃO: SE NÃO FOSSEM OS 0.026, ERA UM 37-0 PARA RUSSELL

Estamos de regresso ao Bahrain, desta vez renomeado de GP de Sakhir. Na realidade, desde a semana passada que ainda não saímos deste país. Porém, esta semana será diferente. Não só pelo circuito, visto que é a primeira vez que o Bahrain nos traz a sua «oval», mas também nos traz algumas mudanças na grelha de partida.

A primeira é Romain Grosjean (Haas), que, depois de ter protagonizado um dos acidentes mais espantosos da última década (e está em boa recuperação) é substituído pelo terceiro piloto da equipa, Pietro Fittipaldi.

Já o campeão Lewis Hamilton (Mercedes) testa positivo para a COVID-19, ao que obriga a duas mudanças: George Russell (Williams) é o escolhido para correr o carro mais cobiçado da grelha, o que obriga a Williams a escolher um dos seus pilotos de reserva para o lugar do britânico. E o escolhido é Jack Aitken, piloto da Campos Racing, na Fórmula 2.

Falando no fim-de-semana propriamente dito, os treinos livres de sexta-feira parecem promissores para George Russell, que acaba por ficar em primeiro lugar em ambos os treinos. O colega de equipa, Valtteri Bottas, parecia estar com dificuldades. Mas, no sábado, percebemos que era apenas uma «ilusão».

Anúncio Publicitário

Isto é porque Valtteri Bottas mostra (finalmente) o que vale e é o homem que acaba por ficar com a pole position, na qualificação. Esteve quase, quase, mas George Russell fica no segundo lugar, por 0.026 segundos a mais. Podemos dizer que não é mau para um «novato».

Já Max Verstappen (Red Bull) vai partir na segunda linha, em terceiro lugar, com o impressionante Ferrari de Charles Leclerc que em apenas uma tentativa, consegue o quarto lugar. Para finalizar o top 5, temos Sergio Perez (Racing Point).

Sem incidentes em toda a sessão, na Q1 ficam de fora Kevin Magnussen (Haas), Nicholas Latifi (Williams), Jack Aitken (Williams), Kimi Raikkonen (Alfa Romeo) e Pietro Fittipaldi (Haas).

Na segunda sessão de qualificação, destaque para a eliminação de Alexander Albon (Red Bull), ficando em 12.º lugar, falhando a Q3 pela terceira vez este ano. Também destaque para a eliminação de Lando Norris (McLaren) ficando na 15.º posição. Os restantes eliminados são Esteban Ocon (Renault), Sebastian Vettel (Ferrari) e Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo).

O que quer que aconteça amanhã, de uma coisa temos a certeza: Sakhir protagonizará uma das corridas mais rápidas do campeonato.

Com 87 voltas, os pilotos a fazerem uma volta em menos de um minuto, e sem Lewis Hamilton, será desafiante perceber em que medida Valtteri Bottas conseguirá assumir a liderança, com um George Russell motivado em aproveitar a sua única oportunidade de se mostrar o piloto capaz que mostra num carro «trator» como o da Williams.

Foto de Capa: Mercedes AMG-F1

Anterior1 de 3

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome