HAAS F1 TEAM

A equipa liderada por Guenther Steiner decidiu deixar mais um ano com o mesmo line-up. Desde 2017 que a equipa americana conta com Romain Grosjean e Kevin Magnussen, e 2020 não será diferente.

Apesar dos resultados precários da equipa, principalmente no ano passado – apenas 28 pontos e um nono lugar no campeonato – a principal razão apontada pela equipa para deixar os dois pilotos é a notória experiência destes no campo da Fórmula 1. E nisso, não podemos argumentar o contrário.

Para 2020, a equipa estará notoriamente mais focada em conseguir melhores resultados. Com o objetivo comum de ser a “best of the rest” – o quarto lugar do campeonato – apostar no mesmo line-up de pilotos poderá ter sido arriscado.

A Haas continua com Grosjean e Magnussen, esperando melhores resultados para 2020.
Fonte: Haas F1 Team

Porém, a esperança é sempre a última a morrer. Romain Grosjean já mostrou ter uma certa sabedoria para o cargo – bem como bons momentos no seu percurso na Fórmula 1 -, e Kevin Magnussen certamente deixar-se-á levar pelo seu lado competitivo na ambição de conseguir melhores resultados.

Anúncio Publicitário

Falta apenas saber se o carro será competitivo o suficiente para o objetivo comum. Com apenas cinco anos de existência, não prometemos um já quarto lugar para 2020, mas, temos a certeza de que, se os resultados continuarem precários para a equipa americana, algumas mudanças terão que acontecer.