Anterior1 de 2Próximo

A quinta ronda do FIA ERC teve como palco a cidade histórica de Roma. Com uma super especial citadina com o Coliseu de fundo, as estradas de alcatrão de Roma estavam prontas para receber os carros mais rápidos da Europa.

O primeiro a ser mais rápido foi o russo, que corre com licença da Letónia, Nikolay Gryazin em Skoda Fabia R5, seguido do cometa russo, Alexey Lukyanuk, no seu Ford Fiesta R5. Na última posição do pódio estava o turco Orhan Avcioglu. O líder do campeonato, Bruno Magalhães, era apenas nono na primeira especial. A segunda participação portuguesa, Aloísio Monteiro e Sancho Eiró, eram 27º na geral.

Sábado chegou e Lukyanuk fez questão de andar mais rápido que Gryazin, assim assumindo a liderança do rali. A partir daqui o russo limitar-se-ia a controlar, sem arriscar muito. Nas hostes portuguesas, os Magalhães estavam agora em décimo primeiro da geral, mas iriam conseguir chegar até à sexta posição no fim do dia. Um setup muito mole no Skoda Fabia R5, e um motor que se calou durante uns segundos numa reta não abonava a favor do atual líder do campeonato europeu. Enquanto isso, Aloísio e Eiró tiveram uma pequena saída de estrada que prejudicou o resto do rali.

Bruno e Hugo Magalhães voltaram a ter o número 1 nas portas do Skoda Fabia R5 da ARC Sport
Fonte: FIA

Destaque para os ases italianos presentes na ronda italiana do ERC. Paolo Andreucci, o dez vezes campeão italiano marcou presença no seu Peugeot 208 T16 R5 apesar de ter tido um acidente grave há quinze dias atrás. Também Giandomenico Basso marcou presença. O piloto italiano de Treviso, que vai pilotar o Hyundai i20 R5 de Carlos Vieira no Rali Vinho da Madeira, esteve muito competitivo no seu território, chegando a ganhar várias especiais com um Skoda Fabia R5.

Giandomenico Basso vai marcar presença na próxima ronda do Campeonato de Portugal de Ralis a bordo de uma Hyundai i20 R5 do Team Hyundai Portugal, substituindo o campeão nacional Carlos Vieira
Fonte: Ralli di Roma Capitale
Anterior1 de 2Próximo

Comentários