cab desportos motorizadosPaulo Gonçalves teve um Dakar difícil, já que desistiu e viu a sua moto arder, mas a defesa do título de campeão do mundo de TT começou da melhor maneira. O piloto de Esposende ganhou o Abu Dhabi Desert Challenge e começou assim, com muito sucesso, a defesa do título.

Foi apenas no último dia que Gonçalves chegou à liderança da prova dos Emirados Árabes Unidos, derrotando, por apenas 20 segundos, Marc Coma. O espanhol da KTM esteve na liderança quase sempre, durante os cinco dias de competição.

Gonçalves contou com a preciosa ajuda do seu colega na equipa Honda, Hélder Rodrigues, para obter este importante triunfo na luta pela revalidação do título obtido no ano passado.

A alegria voltou a Paulo Gonçalves depois do grande azar no Dakar Fonte: Motorcycle-usa.com/
A alegria voltou a Paulo Gonçalves depois do grande azar no Dakar
Fonte: Motorcycle-usa.com

Estes resultados mostram que a Honda continua forte, apesar do mau resultado alcançado no Dakar deste ano – o quinto lugar de Hélder Rodrigues foi o melhor resultado da marca japonesa. A fiabilidade da marca talvez ainda não esteja totalmente desenvolvida para provas tão longas como o Dakar, daí os resultados não tão positivos, mas, para provas de uma semana, é capaz de já estar muito próxima disso, apesar dos problemas que Hélder Rodrigues teve no primeiro dia da prova do Médio Oriente.

A próxima prova do calendário é no Qatar. O Sealine Cross-County Rally começa já no próximo dia 20, terminando no dia 25.

Anúncio Publicitário