Anúncio Publicitário

Cabeçalho modalidadesNo início desta semana, a KTM apresentou na Áustria as equipas para a nova temporada, tendo como grande atrativo a parceria com a Red Bull.

Em ano de estreia da marca em MotoGp e Moto2, a classe rainha ficará aos comandos de Pol Espargaró e Bradley Smith, com a nova RC16 da equipa Red Bull KTM Factory Racing.
Em Moto2 a equipa Red Bull KTM Ajo, terá a nossa especial atenção no piloto luso Miguel Oliveira, que está de volta à KTM onde conseguiu um segundo lugar em Moto3 em 2015, e Bread Binder como companheiro de equipa que vem como campeão da epoca passada de moto3.

Bo Bendsneyder e Niccolò Antonelli vão ficar aos comandos em Moto3.
O Português afirmou estar bastante confiante: «Esperemos que nos dê bastantes alegrias. Está tudo preparado. A moto tem um design espetacular.»
Os testes oficiais de Moto2 começam em Jerez de 08 a 10 de Março.

Anúncio Publicitário
Miguel Oliveira
#44 Miguel Oliveira
Fonte: KTM

Stefan Pierer, diretor executivo da KTM, durante a apresentação deixou um futuro muito promissor em aberto, dando o exemplo da Suzuki como algo bem feito, deixou a certeza que em 2018 em MotoGp pretende já conseguir ter uma equipa satélite, e que em Moto2 pretende já este ano bater a sua rival favorita, a Honda. 
Terminou dizendo que “Tudo está a correr muito bem, e Phillip Island foi muito motivador. Nós estamos na direção certa.”
Os últimos testes oficiais de pré-temporada acontecem no Qatar de 10 a 19 de Março.


Em MotoGp, parece que as coisas estão a começar a aquecer entre Marc Márquez e Maverick Viñales. Em Phillip Island, Viñales voltou a ser o mais rápido (1:28.549), mas o ritmo de prova do Márquez foi impressionante e das 107 voltas efetuadas, 44 foram abaixo do 1:29seg tendo como volta mais rápida 1:28.843. Dani Pedrosa ficou com o terceiro lugar, com a volta 1:29.033.

Folger foi a grande surpresa dos 3 dias de treino terminando no 4 lugar. Lorenzo e Rossi não foram além do 8 e 12 lugares, respetivamente. Rossi que festejou o seu 38º aniversário no passado dia 16 elegeu Max Biaggi como o seu principal rival na categoria.

#93 Marc Márquez e #25 Maverick Viñales Fonte: Moto GP
#93 Marc Márquez e #25 Maverick Viñales
Fonte: Moto GP

No entanto, o momento quente na Austrália, foi quando Viñales estava a fazer algumas voltas rápidas e sentiu-se incomodado com o facto do Márquez se ter “colado” à sua roda. Não só o piloto da Yamaha veio dizer que não tinha gostado, como também prometeu que da próxima seria ele a fazer o mesmo.

Para terminar, alertar para o facto de a Associação Internacional de Equipas de Competição assegurou que mesmo que exista chuva como previsto, o GP do Qatar de MotoGP irá realizar-se, ao contrário das corridas de Moto2 e Moto3, que serão canceladas em caso de chuva.
 Esta decisão é meramente por razões de segurança, nomeadamente, o facto das corridas serem de noite e a iluminação do circuito ser refletida no piso molhado.

Foto de capa: KTM

Artigo revisto por: Francisca Carvalho

Anúncio Publicitário