A CORRIDA: DOMÍNIO FRANCÊS EM ESPANHA

Fabio Quartararo venceu o Grande Prémio da Andaluzia, segunda prova do MotoGP. Depois de ter conquistado a pole position, o francês não deu hipóteses a ninguém e liderou ‘de fio a pavio’. Na qualificação, a pole position de Quartararo foi selada pois a volta de Maverick Viñales passou dos limites, retirando assim o tempo ao espanhol da Yamaha oficial.

Este fim de semana foi marcado pela não participação de Marc Márquez na corrida. O espanhol já efetuou 129 fins de semana, sendo esta a primeira corrida que falha. Interessante, é que Márquez já caiu 122 vezes…

Anúncio Publicitário

Mas, na corrida, a atenção dos portugueses estava em Miguel Oliveira. O piloto português conseguiu chegar à Q1, conseguindo partir da segunda fila da grelha de partida. Mas, na primeira curva, um toque com Brad Binder, da KTM oficial, colocou Oliveira de fora da corrida. Um resultado nos dez primeiros, como nós esperávamos, não resultou. Mas, para ‘a frente é caminho’ e acho que vamos ter mais resultados excelentes do “Falcão de Almada”.

Na frente, Quartararo não arrancou tão bem, mas rapidamente viu-se na frente, e como Márquez ou Lorenzo em tempos anteriores, dominou a seu belo prazer. Atrás de si, Valentino Rossi saltava para a segunda posição, com Maverick Viñales em terceiro, seguido das Pramac Racing Ducati de Jack Miller e Francesco Bagnaia. Uma equipa a ter em conta, a Pramac Racing, Bagnaia chegou até a rodar na segunda posição, mas uma queda de Jack Miller e problemas para Bagnaia deitaram por terra as esperanças de uma boa classificação.

Depois de uma batalha intensa, Maverick Viñales conseguiu levar a melhor sobre Valentino Rossi, num pódio que foi 100% Yamaha. De notar que Valentino Rossi consegue a sua presença número 235 no pódio, depois de um fim de semana anterior muito atribulado para a M1 oficial.

Foto de Capa: Petronas SRT